Sem repostas, atropelamento de Maria Eduarda completa um mês

Redação Tarobá News
Trânsito | Publicado em 17/02/2020 às 13:33

Faz 29 dias que uma garotinha de 7 anos morreu atropelada no bairro Melissa, em Cascavel. Na véspera de completar um mês, o atropelamento ainda não foi superado pela família da pequena maria eduarda. A mãe dela falou com nossa equipe e reclamou sobre a falta de respostas das autoridades.

São 29 dias sem resposta. O motorista prestou depoimento à polícia, mas responde em liberdade. Testemunhas disseram que ele foi visto em alta velocidade mais de uma vez na noite da ocorrência.

Dia 18 de janeiro, sábado à noite. Maria Eduarda, de apenas 7 anos, brincava na rua Nogueira. Uma câmera de segurança registrou de longe o momento em que ela é arremessada por alguns metros após ser atingido pelo carro. O condutor, de 28 anos, ainda atingiu um poste. ele foi linchado por populares e levado ao hospital. A família da garotinha fez protestos ao longo das últimas semanas. trancaram ruas, exibiram cartazes e cobraram respostas.

No último dia 4, agora, Maria Eduarda faria 8 anos de idade. Sem novidades das autoridades policiais e com as lembranças da filha na memória, a mãe planeja novos protestos e quer justiça.






Relacionados

Cascavel | 26-03-2020 09:21

Condutor abandona carro após tombar em canaleta na PR 486

Condutor abandona carro após tombar em canaleta na PR 486

Londrina | 26-03-2020 08:44

Motorista que morreu esmagado por pá carregadeira é identificado

Motorista que morreu esmagado por pá carregadeira é identificado

Cascavel | 26-03-2020 08:11

Série movimentação: mobilidade para pessoa com deficiência

Série movimentação: mobilidade para pessoa com deficiência

Curitiba | 26-03-2020 07:12

Laudo aponta que motorista envolvido em morte de estudante estava a 114 km/h

Laudo aponta que motorista envolvido em morte de estudante estava a 114 km/h

PUBLICIDADE