Vereador Gerson Araújo é condenado à prisão por envolvimento no caso Iguaçu do Brasil

Murilo Pajolla
Trânsito | Publicado em 18/02/2020 às 17:46

Imagem: reprodução

A justiça condenou à prisão o vereador Gerson Araújo (PSDB) e outras duas pessoas por envolvimento no caso da construtora Iguaçu do Brasil. O parlamentar, que já foi prefeito de Londrina, foi sentenciado a 4 anos e 40 dias de reclusão por estelionato e falsidade ideológica. 

Apesar da condenação, a pena de prisão será substituída por prestação de serviços comunitários e pagamento de multa equivalente a 5 salários mínimos. A sentença foi assinada na última sexta-feira (14) pelo juiz Délcio Miranda da Rocha da 2ª Vara Criminal de Londrina. 

Segundo a sentença, em 2013 o vereador fez um requerimento à Prefeitura de Londrina com o objetivo de declarar como utilidade pública lotes na zona norte de Londrina, o que beneficiaria o proprietário da Iguaçu do Brasil. 

LEIA MAIS:

O ex-assessor parlamentar de Araújo William Polachini Godoy e o empresário Carlos Alberto Campos de Oliveira, dono da construtora, também foram condenados pelo envolvimento no esquema que teria lesado cerca de 600 vítimas, de acordo com o Gaeco. 

O advogado que representa o vereador, Vinícius Borba, afirmou que discorda da sentença e irá recorrer. A reportagem do TarobáNews não conseguiu contato com as defesas de Godoy e Oliveira. Caso eles se manifestem, a resposta será incluída nesta matéria. 



Relacionados

Cascavel | 26-03-2020 14:35

Ecocataratas intensifica ações preventivas devido ao covid-19

Ecocataratas intensifica ações preventivas devido ao covid-19

Cascavel | 26-03-2020 10:34

Confira os horários e linhas especiais do transporte coletivo

Confira os horários e linhas especiais do transporte coletivo

Cascavel | 26-03-2020 09:21

Condutor abandona carro após tombar em canaleta na PR 486

Condutor abandona carro após tombar em canaleta na PR 486

Londrina | 26-03-2020 08:44

Motorista que morreu esmagado por pá carregadeira é identificado

Motorista que morreu esmagado por pá carregadeira é identificado

PUBLICIDADE