Saiba como evitar rachaduras em paredes de drywall

Redação Tarobá News
03/05/2019 09:37

Apesar dos inúmeros benefícios, a técnica de drywall não está livre de ter rachaduras. Esses problemas podem decorrer por erros de projeto ou montagem, que fazem a estrutura de movimentar, fresta muito grande entre as placas, utilização de material errado, falta de junta de dilatação, entre outros motivos.

Por isso, quem está pensando em reformar ou construir precisa ter atenção redobrada já na fase de planejamento. Compensa mais dar um tempo maior para essa etapa do que se apressar e ter problemas futuros. Confira algumas dicas para evitar as indesejadas rachaduras!


Contrate bons profissionais

Já ouviu aquele ditado que o barato pode sair caro? Ele também se aplica à contratação dos profissionais. Embora o preço não seja o qualificador de um trabalho, escolher alguém apenas porque cobre menos pode não valer a pena.

Grande parte dos problemas que ocorrem com o drywall são causados por má execução. Portanto, é fundamental buscar por profissionais que tenham conhecimento dessa técnica e experiência.

É importante lembrar que o drywall funciona de maneira diferente da alvenaria. O profissional pode ter larga experiência em fazer trabalhos com um, mas não dominar o outro.

Para evitar indecisões, peça ao profissional que ele apresente o certificado do curso que fez. Isso irá garantir a você que ele, realmente, tem expertise para conduzir a obra.


Compre os materiais certo

Ao contratar um especialista da área, provavelmente, ele irá orientar você sobre quais materiais é necessário comprar. Tratando-se de drywall existem dois tipos: as massas prontas e em pó, que requer adição de água.

A primeira costuma ser mais prática, porém, a secagem demora um dia. Já a massa em pó pode demorar apenas duas horas para ser seca totalmente.

No drywall, é possível utilizar dois tipos de fitas para as juntas, a de papel microperfurado e a telada. Se você escolher a fita telada, será preciso utilizar camadas de massa para encobrir as imperfeições, o que tornará o acabamento menos bonito.


Espere a secagem

Essa é uma das etapas que as pessoas mais erram, por terem pressa para ver os resultados. Mas, não adianta, se você não esperar a secagem completa, terá grandes chances de ter problemas no futuro.

Todo o tempo de secagem deve ser respeito, mesmo que isso demore. Lembra que falamos que é necessário esperar quase um dia para a massa pronta estar seca?

Apesar de não ter um tempo exato a ser seguido, pois varia de acordo com o ambiente e a temperatura, é possível saber mais ou menos o quanto aguardar em casa fase.

Para a primeira camada de massa e fita de junta, deve-se esperar 24 horas para aplicar a segunda demão. Depois da segunda demão, mais 24 horas para lixar e aplicar o fundo preparador.

Em seguida, você deve aguardar mais um dia para passar a primeira demão de massa corrida e quatro horas para as demais. Por fim, cada demão de tinta deve ocorrer a cada quatro horas.

Mesmo que seguir as recomendações faça com que a obra demore muito mais, vale mais a pena do que fazer cada etapa de qualquer jeito. Assim, as chances de haver uma rachadura serão muito menores, preservando o ambiente por mais tempo.

Fonte: GypCenter