Entenda as principais alterações no IRPF 2019

Redação Tarobá News
27/03/2019 08:38

A cada ano, muitos brasileiros precisam apresentar à Receita Federal suas declarações de Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF. Renda obtida com trabalho, alugueis, vendas ou transferências de patrimônio devem necessariamente constar da declaração anual.

Esse é somente um dos impostos pagos pelo brasileiro, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação - IBPT, o Imposto de Renda é responsável por mais de 16% da arrecadação que ultrapassou os 2,3 trilhões de reais em 2018.

“O imposto de Renda ainda penaliza os que têm menor renda e patrimônio, é preciso uma atualização das alíquotas e uma reforma na legislação tributária que torne o sistema mais justo para o contribuinte brasileiro”, diz o presidente executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

ATENÇÃO AO NOVO

Visando facilitar esse trabalho, o escritório Amaral, Yazbek Advogados, especializado em Direito Tributário, publicou um vídeo em seu canal no Youtube, Direito da Inteligência de Negócios – DIN, em que apresenta as principais alterações na declaração de 2019.

Para o vídeo, fora entrevistado o analista contábil e fiscal Rodrigo Rogoski Bezrutchka, especialista na área, que respondeu a diversas questões sobre essas alterações, de forma simples para o público entendê-las e executá-las no momento do preenchimento da declaração de imposto de renda.

O canal da Amaral, Yazbek Advogados funciona como um alicerce definitivo entre o Direito e o mundo dos negócios. Assuntos do universo tributário são apresentados e discutidos por profissionais especializados e que são referência no meio jurídico. 

MUDANÇAS RECORRENTES

Essas alterações não são exclusividade do Imposto de Renda Pessoa Física, a todo momento são inúmeras as normas que são editadas no país. Segundo o IBPT, já são mais de 5,9 milhões de normas criadas desde a promulgação da Constituição Federal de 1988.

“É difícil para um profissional acompanhar e entender todas essas mudanças, por isso a capacitação deve ser frequente e envolver instituições especializadas, em especial em Direito Tributário, um sistema complexo e nada uniforme”, explica a advogada e diretora do IBPT Educação, entidade de ensino e capacitação na área tributária, Letícia Mary Fernandes do Amaral.

VEJA O QUE MUDOU NA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA