Linha 4

Publicidade

A entrega

Sara Presoto

Cansada de tentar, decido entregar. Fazendo isso, descanso. Um repouso verdadeiro e profundo. 

Parece que quanto mais vivemos, mais percebemos que não temos controle sobre as coisas. Quanto mais insistimos, nos desgastamos em vão. Uma luta sem razão. Invencível. 

É como nadar contra a maré. Ao passo que ao pararmos de resistir, deixamos de fazer tanta força, gastar tanta energia. E nos entregamos no fluir. E o que parecia improvável, impossível, inalcançável, aparece. Acontece. 

Chega sem fazer barulho. De mansinho. Como se sempre estivesse lá. Só estava esperando a hora de você desistir de lutar por ele para que ele se revelasse, e com ele tudo aquilo que sempre sonhou.

Os artigos dos blogs não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.