As leis tolas e inúteis debilitam as necessárias

Paulo Martins
Política | Publicado em 04/09/2019 às 13:20

As leis tolas e inúteis debilitam as necessárias. Sabem qual ligação dessa estúpida eloquência com o que hoje causa conflitos entre funcionários públicos e a abolição da licença prêmio ? Nenhuma. 

Ocorre entretanto, que no passado, por deixaram de tratar a vida pública com a devida responsabilidade, chega-se no futuro – como o de hoje – tendo que fazer alterações nas disposições legais – e disposições necessárias, pois o cofre público não tem como sustentar a continuação de privilégios, e o que era bom acaba deixando de ser. 

Ora...ora...primeiro canudinhos...agora foguetes....será que não há ali pela Câmara, climas mais consistentes para pensarem em coisas sérias...para pensarem num futuro que não venha se transformar num acampamento de defeitos por falta hoje de idéias?? 

E tem mais, se alguns acham que lhes foi passado poder para doutrinação de pessoas, estão enganados. e o pior é que diante dessas bobagens, outros aceitam seguir essas tolices e votam a favor, como uma “maria vai com as outras”. Dona maria primeira, mãe de d. j. sexto, ficou louca a certa altura da vida e quando saia de casa, suas damas a acompanhavam, pois ela não reunia condições de agir por ela mesma...as outras agiam por ela...daí a frase “maria vai com as outras” quando a viam com suas acompanhantes. 

Como outros por aqui votaram a favor de uma tolice dessas, acabaram nos lembrando da rainha louca...aquela da “maria vai com as outras”.



Relacionados

Política | 01-11-2019 13:00

'Os americanos no velho Oeste enforcavam os ladrões de cavalos'

'Os americanos no velho Oeste enforcavam os ladrões de cavalos'

Política | 25-10-2019 13:19

'Está difícil, muito difícil do novo governo governar'

'Está difícil, muito difícil do novo governo governar'

Política | 18-10-2019 12:59

“Nenhum ministro do STF além desse ponto”

“Nenhum ministro do STF além desse ponto”

Política | 11-10-2019 13:30

'Brevemente estaremos “dando adeus a nossa Amazônia”'

'Brevemente estaremos “dando adeus a nossa Amazônia”'

PUBLICIDADE