“Nenhum ministro do STF além desse ponto”

Paulo Martins
Política | Publicado em 18/10/2019 às 12:59

A Itália tem a procuradoria nacional antimáfia. Isso é lembrado por Rodrigo Janot, em seu livro cujo título é “nada menos que tudo.” Está na página 41. e nós, no Brasil, “teríamos” uma “procuradoria nacional anticorrupção” e, através dela poderíamos encarar a Itália...assim...visavi. “Essa expressão – “teríamos” -  derivada do verbo ter”,  está adequadamente aqui colocada, pois realmente “teríamos” se, por outro lado, tivéssemos uma justiça superior moralmente comprometida com a opinião pública, com a própria justiça, com a moral, com princípios e com o respeito devido à sociedade. 

Mas, amigos, pelo o que o STF está deixando transparecer, estimulando vaticínios moralmente anoréxicos – há até quem esteja antecipando resultado da votação da lei da segunda instância em 8 a 3 em favor da liberdade dos criminosos – a Itália vai continuar com o seu segmento antimáfia...e nós, por aqui, vamos ter que começar a nos acostumar a conviver com corruptos, com criminosos, com delinquentes, pela razão do que chamam STF – Supremo Tribunal Federal – através da maioria de seus integrantes, estar revelando simpatia – empatia – e quem sabe até mesmo admiração por condenados por atos criminosos de corrupção, como Lula, Zé Dirceu e Caterva, que serão libertados por um remendão na lei para gozarem das delícias de fortunas incalculáveis que surrupiaram da sociedade que trabalha. 

Estamos tateando, na esperança de encontrarmos outros sintomas naqueles chamados ministros, sintomas que os levem a não nos estimular à lembrar Platão, por exemplo, que como se aprendeu nos bancos escolares, não era apreciador das artes...de artistas que, para ele, não tinham espaço num estado ideal, tanto que sonhava plantar uma placa nos portões de sua república com os dizeres: “nenhum artista além desse ponto”....dependendo de como votarão esses inquilinos do STF nesse julgamento que ora ocorre, nos portões desse brasil não se encaixará nada se não uma placa com os dizeres inspirados em Platão: “nenhum ministro do  STF além desse ponto.” Assim, se suas excelências optarem pelo ultraje, uma placa dessas poderá estar á vista até mesmo em entradas de lupanares.



Relacionados

Política | 04-10-2019 12:58

'A sociedade precisa esquecer Lula'

'A sociedade precisa esquecer Lula'

Política | 27-09-2019 13:07

'Coisas de homens inacabados, como alertou Darwin quando em vida'

'Coisas de homens inacabados, como alertou Darwin quando em vida'

Política | 20-09-2019 13:11

'O HU não é outra coisa se não um claro retorno ao passado'

'O HU não é outra coisa se não um claro retorno ao passado'

Política | 12-09-2019 12:45

Conjunto Riviera completa dois anos em Setembro

Conjunto Riviera completa dois anos em Setembro

PUBLICIDADE