Michelle Obama abre o Grammy 2019 com discurso sobre música

Estadão Conteúdo
Famosos | Publicado em 11/02/2019 às 02:22

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama foi uma das convidadas para a abertura da 61ª cerimônia do Grammy, a maior premiação da música mundial, que ocorre na noite deste domingo, 10, em Los Angeles.

A cantora Alicia Keys é a responsável pela apresentação da cerimônia. Em seu discurso de abertura, chamou ao palco Michelle e as artistas Lady Gaga, Jada Pinkett-Smith e Jennifer Lopez.

As cinco falaram, brevemente, sobre a importância da música. "Seja country, rap ou rock, música nos ajuda a dividir, seja nossa dignidade ou dor, nossa esperança ou alegria", disse Obama. "Nos permite ouvir uns aos outros e convidar os outros a entrar. Música nos mostra tudo o que importa. Toda história, toda voz, em toda nota de cada canção."

Logo após descer do palco, a cantora Lady Gaga já teve que retornar. Ela venceu o primeiro prêmio entregue na transmissão televisiva, o de melhor performance pop de duo ou grupo, por Shallow, sua música com Bradley Cooper da trilha sonora do filme Nasce Uma Estrela. Em seu discurso, Gaga falou sobre a importância do tema da saúde mental, abordada no longa, e agradeceu ao seu diretor no filme e parceiro na música, Cooper, que estava em Londres representando o filme na entrega do prêmio Bafta, da indústria cinematográfica britânica.



Relacionados

Famosos | 18-02-2019 13:50

Show de Valesca Popozuda é cancelado após apoio a amigo fã de Bolsonaro

Show de Valesca Popozuda é cancelado após apoio a amigo fã de Bolsonaro

Famosos | 18-02-2019 13:30

Beto Barbosa revela estar '100% curado' de câncer na próstata e na bexiga

Beto Barbosa revela estar '100% curado' de câncer na próstata e na bexiga

Famosos | 18-02-2019 13:00

Avião com Jennifer Aniston e Courteney Cox faz pouso de emergência

Avião com Jennifer Aniston e Courteney Cox faz pouso de emergência

Famosos | 18-02-2019 11:40

'Fico numa plenitude', responde Anitta sobre preconceito no funk e fofocas

'Fico numa plenitude', responde Anitta sobre preconceito no funk e fofocas

PUBLICIDADE