Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Cascavel Futsal faz o jogo de volta das semifinais da LNF contra o Atlântico de Erechim

04/12/23 às 11:22 - Escrito por Luciano Neves
siga o Tarobá News no Google News!

O Cascavel Futsal tenta chegar na decisão da Liga Nacional pela segunda vez história. Esta é a terceira vez seguida que o time está envolvido nas semifinais do certame. Curiosamente, o Cascavel Futsal sempre teve adversários gaúchos nesta fase do torneio. Em 2021, ano em que conquistou o seu único título e garantiu a primeira final da história, a Serpente Tricolor passou pelo Carlos Barbosa. No ano passado, encarou o Atlântico de Erechim. E, neste ano, de novo, cruzou o caminho do Atlântico.

Só que agora, o Cascavel Futsal vivencia a pior situação para chegar na grande final. Em 2021, o time havia vencido o Carlos Barbosa no jogo de ida em casa. E levou uma vantagem do empate para o Rio Grande do Sul. Mas foi derrotado no tempo normal e venceu na prorrogação. No ano passado, o Cascavel Futsal teve o privilégio de fazer o jogo de volta como mandante. Perdeu para o Atlântico na casa do adversário e o empate em casa resultou na eliminação. Agora, a Serpente Tricolor terá que definir o seu destino na casa do adversário. Mas terá uma grande desvantagem no jogo de volta, nesta segunda-feira (04), às 20h30, em Erechim. Isso porque o Cascavel Futsal foi derrotado por 10 a 7 no jogo de ida, dentro de casa. Agora, terá que vencer o Atlântico duas vezes: no tempo normal para forçar uma prorrogação e ainda vencer no tempo extra. O Atlântico necessita de um empate. Ou no tempo normal ou na prorrogação.

O capitão Gustavinho reconhece que a situação é complicada. Mas o discurso é de esperança na classificação. Até porque, se o Cascavel Futsal reverter a situação, será o time ‘mandante’ na decisão. Este ano, a Liga Nacional fará a final em partida única pela primeira vez na história. E o jogo, que será no dia 17 de dezembro, está agendado para o ginásio Alcides Pan, em Toledo.

Leia mais:

Imagem de destaque
FUTSAL FEMININO

Tarobá Esporte: goleira Bianca repercute convocação para a Seleção Brasileira de futsal

Imagem de destaque
PARANAENSE 2024

FPF define datas e horários dos jogos das quartas de final do Paranaense

Imagem de destaque
CASCAVEL FUTSAL

Cascavel Futsal se prepara para o jogo de estreia do Paranaense contra o Dois Vizinhos

Imagem de destaque
COM TORNEIO DE FUTSAL

Prefeitura de Assaí entrega pintura de quadra poliesportiva

 

Agravantes

A vitória dupla por si só é bastante difícil. Mas o Cascavel terá uma série de fatores adversos no jogo desta segunda. Primeiro, irá enfrentar uma ‘máquina de fazer gols’. O time do técnico Paulinho Sananduva marcou 136 vezes nesta Liga, um dos melhores ataques da história do torneio. Isso em virtude dos artilheiros mortais: Richard tem 28 gols e é seguido por William Bolt, com 24. Os dois balançaram as redes do Cascavel Futsal no jogo de ida na semana passada.

Além disso, o Atlântico está invicto dentro de casa na Liga Nacional. Em 14 jogos, foram nove vitórias e cinco empates. E o Cascavel Futsal tem um longo jejum diante dos gaúchos. São nove confrontos sem vitória sobre o Atlântico. A Serpente Tricolor não supera este adversário há mais de quatro anos e meio. O último triunfo sobre o Atlântico ocorreu no dia 27 de abril de 2019. Além disso, o Cascavel Futsal não conta com Carlão, que está suspenso. Mas terá a volta do goleiro Matheus, que se recuperou da lesão. 

© Copyright 2023 Grupo Tarobá