Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

É preciso um outro Cascavel no segundo turno da Série D do Campeonato Brasileiro

14/06/23 às 11:08 - Escrito por Luciano Neves
siga o Tarobá News no Google News!

A metade da fase de grupos da Série D do Campeonato Brasileiro já foi. É fato que nem a comissão técnica, nem os jogadores e nem os torcedores do Cascavel queriam findar o primeiro turno fazendo continhas e projeções do que é preciso para o time avançar para a segunda fase. O fato é que a calculadora passou a ser um item obrigatório no clube para o segundo turno da Série D do Brasileiro. Uma coisa é certa: será um preciso um outro Cascavel a partir da oitava rodada se o clube quiser manter vivo o sonho do acesso. Ainda mais depois da goleada sofrida para a Ferroviária por 5 a 1, no último sábado, em pleno Estádio Olímpico Regional, a pior derrota do Cascavel em quatro participações na Série D.

Nesta quarta-feira (14), a equipe de Leston Junior abre o segundo turno contra a mesma Ferroviária, às 19 horas, em Mirassol, no interior de São Paulo. O Cascavel fechou o primeiro turno na lanterna do Grupo A7 com apenas seis pontos ganhos. É o pior desempenho da equipe na Série D. Em 2020, o time somou doze pontos nos primeiros sete jogos e avançou em quarto lugar ao fim da primeira fase. Já em 2021, foram 17 pontos nos primeiros sete jogos. E no ano passado, a equipe teve 14 pontos.

Como tem um aproveitamento de apenas 28% nesta edição da Série D (sete jogos com uma vitória, três empates e três derrotas) o Cascavel terá que ter um aproveitamento semelhante aos times de melhores campanhas neste primeiro turno.

Leia mais:

Imagem de destaque
ESPORTE

Paratleta de Cascavel será representante brasileiro no Campeonato Mundial de Ciclismo de Pista

Imagem de destaque
PARANAENSE 2024

Paranaense: sete times classificados e cinco equipes na luta contra o rebaixamento

Imagem de destaque
PARANAENSE 2024

Cascavel empata com o Operário pela décima rodada do Paranaense

Imagem de destaque
CORRIDA DE RUA

Corrida Zero Run teve recorde de participantes em Cascavel

Se tomarmos como base a edição de 2020, quando somou 24 pontos ao fim das 14 rodadas, o Cascavel terá que somar mais 18 pontos. Ou seja, vencer seis dos sete jogos que restam no returno, um aproveitamento de 85%. O Ferroviário do Ceará é o time de melhor campanha na Série D. Líder do Grupo A2, o time cearense somou 19 pontos e teve um aproveitamento de 90%. Nacional do Amazonas e Portuguesa-RJ somaram 16 pontos nos grupos A1 e A6, respectivamente. O aproveitamento de ambos foi de 76%.

Aí vamos fazer o uso da calculadora. O que pode ajudar o Cascavel é que o Grupo A7 pode exigir uma pontuação um pouco menor para definir os quatro classificados para o mata-mata. O Patrocinense lidera a chave com treze pontos. Ou seja, é o líder de pior desempenho na Série D. É também o grupo com a menor diferença entre o líder e o lanterna. Sete pontos separam o time mineiro do Cascavel, que ocupa a oitava posição com seis pontos.

Nessa chave, o vice-líder é o Crac de Goiás com onze pontos. XV de Piracicaba e Inter de Limeira fecham o G-4, ambos com nove pontos. Ou seja, os dois paulistas têm um aproveitamento de 42%. Se tomarmos como base esse dado, o quarto colocado deverá somar vinte pontos ao fim das quatorze rodadas. Mesmo assim, com a conta mais ajustada, o Cascavel terá que somar 14 pontos. Ou seja, vencer, no mínimo, cinco jogos.

 



Retrospecto

O Cascavel busca a primeira vitória diante da Ferroviária nesta quarta. Os dois times já se enfrentaram três vezes na história, com duas vitórias da Ferrinha, ambas no Olímpico, e um empate sem gols em São Paulo. O Cascavel só conseguiu marcar dois gols no time paulista. Já a Ferroviária balançou as redes aurinegras sete vezes.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá