Futebol

Futebol

Presidente nega chance de Palmeiras vender atletas nesta janela


Presidente nega chance de Palmeiras vender atletas nesta janela
Foto: Divulgação

O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, disse nesta sexta-feira que será difícil o elenco perder mais algum jogador para clubes europeus nesta temporada. Depois da saída do zagueiro Vitor Hugo para a Fiorentina, da Itália, a diretoria confia na manutenção dos atletas, pois estabeleceu multas rescisórias elevadas para evitar saídas.

"Nós temos grandes objetivos e para isso precisamos contar com os atletas de ponta que nós temos aqui hoje. Todos os contratos contemplam multas altas, eu acho muito difícil a saída de um atleta de ponta do Palmeiras", disse o dirigente, em entrevista ao canal SporTV. A única baixa encaminhada é a do meia Vitinho, de 19 anos, que é reserva e deve reforçar o Barcelona B por empréstimo de um ano.

Galiotte confirmou as tratativas com o clube catalão e defendeu que a operação pode ser benéfica para o desenvolvimento do jogador. "Muitas vezes a opção do empréstimo é bastante favorável ao atleta e ao clube porque, ao invés de ficar sem utilização, ele passa a jogar, ele passa a ganhar experiência e desenvolvimento", explicou.

Após não conseguir contratar o atacante Richarlison, do Fluminense, o dirigente não confirmou se o Palmeiras continua atrás de um jogador para o setor. "Não posso dizer hoje, nesse momento. Se existir essa possibilidade, nós traremos um atacante para fechar o elenco. Se tiver a possibilidade, sim", afirmou. O elenco teve duas saídas recentes de opções para o ataque. Rafael Marques está no Cruzeiro e Alecsandro reforçou o Coritiba.

Galiotte reiterou na entrevista a promessa de acabar com as dívidas do Palmeiras. "Meu objetivo, dentro de um ano, é sanar completamente as dívidas do clube. O Palmeiras, até o término do ano que vem, vai ser um time completamente equilibrado financeiramente, sem dívidas para fundos e bancos", comentou.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina