Futebol

Futebol

Técnico russo admite favoritismo do México, mas confia em fator casa para avançar


Técnico russo admite favoritismo do México
Foto: Divulgação

O técnico da seleção russa, Stanislav Cherchesov, reconhece que os mexicanos são favoritos para o confronto deste sábado, ao meio-dia (horário de Brasília), em Kazan, pela terceira e última rodada do Grupo A da Copa das Confederações. Entretanto, o treinador da Rússia confia no fato de jogar em casa para avançar às semifinais da competição que é o principal evento-teste da Fifa para a Copa do Mundo de 2018.

"Por um lado, temos uma grande responsabilidade. Por outro, estamos realmente ansiosos por isso (jogo contra o México e classificação). No papel, eles certamente são melhores do que nós. Somos o único país que não é campeão de seu continente (entre os competidores). Estamos recomeçando do zero e tentando dar passos para atingir maiores objetivos", frisou o comandante do selecionado russo em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Cherchesov, que assumiu a Rússia após o fracasso da campanha na Eurocopa de 2016 - na qual o time nacional caiu na primeira fase e frustrou a empolgação dos seus torcedores antes do Mundial que abrigará em 2018 -, entende que houve avanços desde então, ressaltando que o futebol do país deu um "salto qualitativo".

"Mudamos muito o time, o estilo de jogo e a sua atitude. Os torcedores perceberam e, inclusive, depois da partida contra Portugal (derrota por 1 a 0 na última rodada da Copa das Confederações), nos agradeceram. Eles exigem que ganhemos e trataremos de consegui-la (a vitória). Amanhã, será uma das etapas", concluiu o técnico da Rússia.

A Rússia tem três pontos e ocupa a terceira colocação do Grupo A da Copa das Confederações. O México, com quatro pontos, está na liderança. A seleção portuguesa também tem quatro pontos ganhos, mas fica em segundo lugar por ter feito um gol a menos que os mexicanos (4 a 3).


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina