Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Agricultura libera registro de 51 agrotóxicos e total chega a 489 neste ano

05/12/23 às 22:07 - Escrito por Band
siga o Tarobá News no Google News!

O Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária publicou, no Diário Oficial da União (DOU), desta terça-feira (5) a liberação do registro de 51 defensivos agrícolas para o controle de pragas nas lavouras. Na lista, nove itens são produtos biológicos, considerados de baixo impacto. 


De acordo com os órgãos reguladores, esses produtos contêm em sua composição Bacillus thuringiensis e Brevibacillus laterosporus. O Bacillus thuringiensis, é conhecido como BT e já é bastante utilizado no controle de pragas. A inovação nesse caso está por conta da bactéria Gram-positiva Brevibacillus laterosporus. Segundo o Mapa, existem estudos que relatam que essa bactéria controlando alguns tipos de insetos, mas o produto aprovado foi registrado para o controle de lagarta falsa-medideira (Chrysodeixis includens), traça-do-tomateiro (Tuta absoluta) e a lagarta-do-miho (Spodoptera frugiperda).


Também foi liberado o registrado um produto à base de extrato de Argemone mexicana, que é uma planta utilizada popularmente alguns países como terapêutica. O produto foi registrado para controle de Bemisia tabaci biótipo B em melão e tomate; Dalbulus maidis para o milho; Euschistus heros para a soja. 

Leia mais:

Imagem de destaque
MERCADO INDEPENDENTE

Preços médios do suíno vivo caem durante o mês de fevereiro

Imagem de destaque
OFERTA RETRAÍDA

Demanda menor diminui os preços do boi no mês de fevereiro

Imagem de destaque
IMPORTAÇÃO

Brasil abre mercado de extrato de carne bovina para Singapura

Imagem de destaque
IRRIGAÇÃO E CLIMA

Bahia encerra plantio de algodão com crescimento de 9,3 % de área

Com a lista publicada agora, o número de novos registros liberados em 2023 soma 489 produtos, que podem estar disponíveis aos agricultores já em 2024. Do total, 72 produtos são de baixo impacto. Se comparados a forma de registro dos medicamentos, os agrotóxicos liberados seriam os chamados “produtos genéricos”. 


Todos os produtos registrados foram analisados e aprovados pelos órgãos responsáveis pela saúde, meio ambiente e agricultura, de acordo com critérios científicos e alinhados às melhores práticas internacionais. 


© Copyright 2023 Grupo Tarobá