Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Governo anuncia Plano Safra 2023/24 com financiamento de R$ 364 bilhões

27/06/23 às 22:14 - Escrito por Ministério da Agricultura e Pecuária
siga o Tarobá News no Google News!

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, lançam nesta terça-feira (27), às 10h, em Brasília (DF), o plano de financiamento da agricultura e da pecuária empresarial no país. Os recursos da ordem de R$ 364,22 bilhões vão apoiar a produção agropecuária nacional de médios e grandes produtores rurais até junho de 2024. 


Os recursos são destinados para o crédito rural para produtores enquadrados no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e demais. O valor reflete um aumento de cerca de 27% em relação ao financiamento anterior (R$ 287,16 bilhões para Pronamp e demais produtores).


O Plano Safra 2023/2024 incentiva o fortalecimento dos sistemas de produção ambientalmente sustentáveis, com redução das taxas de juros para recuperação de pastagens e premiação para os produtores rurais que adotam práticas agropecuárias consideradas mais sustentáveis. 

Leia mais:

Imagem de destaque
REDUÇÃO DA OFERTA

Quilo da melancia se aproximam de R$ 1,50 com aumento no preço

Imagem de destaque
SAFRA

Negociações sobre trigo ocorrem de forma pontual no Brasil

Imagem de destaque
BRASIL NO COMANDO

Grupo de Trabalho da Agricultura do G20 reúne mais de 30 países

Imagem de destaque
AGENDA INTERNACIONAL

Paraná busca novas tecnologias em irrigação para agricultura no Nebraska


Do total de recursos disponibilizados para a agricultura empresarial, R$ 272,12 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização, uma alta de 26% em relação ao ano anterior. Outros R$ 92,1 bilhões serão para investimentos (+28%).


Os recursos de R$ 186,4 bilhões (+31,2%) serão com taxas controladas, dos quais: R$ 84,9 bilhões (+38,2%) com taxas não equalizadas e R$ 101,5 bilhões (+26,1%) com taxas equalizadas (subsidiadas). Outros R$ 177,8 bilhões (+22,5%) serão destinados a taxas livres.  


As taxas de juros para custeio e comercialização serão de 8% ao ano para os produtores enquadrados no Pronamp e de 12% a.a. para os demais produtores. Já para investimentos, as taxas de juros variam entre 7% a.a. e 12,5% a.a., de acordo com o programa. 

© Copyright 2023 Grupo Tarobá