Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Buscas por foragidos de presídio federal têm 500 policiais

20/02/24 às 09:01 - Escrito por Band
siga o Tarobá News no Google News!

Já são seis dias de buscas pelos dois fugitivos da Penitenciária Federal de Mossoró, unidade de segurança máxima no Rio Grande do Norte. A operação se concentra numa área de mata fechada perto da divisa com o Ceará. Ao todo, 500 policiais, quatro helicópteros, drones e cães farejadores participam das buscas.


Agora, a busca está na região de Baraúna, última cidade do Rio Grande Do Norte antes da divisa com o estado do Ceará.


O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, passou o último domingo (18) em Mossoró, dia marcado por boatos sobre o paradeiro dos fugitivos. Pegadas próximas a uma rodovia teriam sido encontradas. No começo da tarde, havia a suspeita de que a dupla invadiu uma casa abandonada. Nada foi confirmado.

Leia mais:

Imagem de destaque
INCERTEZAS

BC só intervirá no dólar em caso de mau funcionamento dos mercados

Imagem de destaque
JUSTIÇA

Professor negro preso injustamente é solto na capital paulista

Imagem de destaque
DIREITOS HUMANOS

Número de denúncias de violência contra idosos cresce em 2024

Imagem de destaque
MAIS DOSES

Novas vacinas contra covid-19 chegam na próxima semana


A última notícia sobre os criminosos foi na noite da última sexta-feira (16), quando eles invadiram uma casa, fizeram os moradores reféns, jantaram e fugiram levando dois celulares.



Foragidos desde quarta (14)


Rogério Mendonça e Deibson Nascimento fugiram do presídio na última quarta-feira (14). Eles estavam em celas individuais e vizinhas, na área mais rígida do presídio. Ainda assim, conseguiram agir de forma coordenada para a fuga.


As investigações apontam que os dois teriam usado barras de ferro para alargarem a parede das celas. Já no pátio, eles cortaram o alambrado com um alicate e conseguiram escapar.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá