Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Empresário de grupo de agiotas do PCC foi preso a caminho do RS

07/05/24 às 16:13 - Escrito por UOL
siga o Tarobá News no Google News!

Sedemir Fagundes, suspeito de integrar uma rede de agiotas do PCC, foi preso hoje de manhã em Santa Catarina quando estava a caminho do Rio Grande do Sul para auxiliar as vítimas da enchente, segundo o Ministério Público. Ele é empresário do funkeiro MC Paiva.


O que aconteceu


Suspeito postou vídeos e fotos no Instagram mostrando a moto aquática que seria usada em possíveis resgates no RS. Ele é apontado como um dos integrantes do esquema e um dos alvos de mandado de prisão de operação conjunta do MP e da PM hoje. A defesa dele não foi localizada.

Leia mais:

Imagem de destaque
CESTAS BÁSICAS

Exército leva nesta terça 75 toneladas de donativos para o RS

Imagem para ilustrar o sorteio da mega-sena. Crédito para agência Brasil
APOSTAS ABERTAS

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 35 milhões

Imagem de destaque
UM MÊS FECHADA

Rodoviária de Porto Alegre é reaberta após enchentes no RS

Imagem de destaque
FABIO GALAN

Amigo de Robinho citado em processo de estupro trabalha no Instituto Neymar


A rede de agiotas do PCC emprestou ao menos R$ 20 milhões a empresários na capital paulista e na região do Alto Tietê em 2023, diz o MP. O grupo emprestava dinheiro a até 300% de juros ao mês. Segundo a investigação, os suspeitos de integrar o grupo citavam a facção criminosa para intimidar e coagir as vítimas.


Ação em conjunto entre MP e PM de São Paulo prendeu mais oito suspeitos além de Sedemir. Na operação, também foram apreendidas seis armas —entre elas, um fuzil. Também foram apreendidos R$ 65 mil em dinheiro vivo cheque.


Na ação, agentes apreenderam drogas e 11 relógios. Entre eles, dois Rolex. Segundo a investigação, o grupo atuava desde 2021.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá