Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Mulher relata agressão e estupro por 20h: 'Disse que ia me matar'

20/04/24 às 13:01 - Escrito por Band
siga o Tarobá News no Google News!

A turista de São Paulo agredida, violentada e estuprada por mais de 20 horas no Rio de Janeiro, detalhou os momentos de terror que passou sob o domínio do agressor, preso pela Polícia Civil nesta quinta-feira (18). Para o Brasil Urgente, a vítima disse que o encontro se tornou terror quando ela entrou no apartamento dele, na Zona Sul da capital fluminense. 


“Ele começou a agir de forma agressiva, começou a me ameaçar dizendo que eu não sairia dali, não veria a família, ia me matar”, conta. Ela relata também como foram as agressões. “Bateu muito no meu rosto, amarrou um cinto no meu pescoço, me deixou ajoelhada, de braços para trás. Me agrediu muito, me obrigou a usar drogas, mastigar comprimidos e me estuprou de todas as formas”, diz. 


A mulher só conseguiu escapar por enviar a localização para amigos, horas antes do encontro. O amigo da vítima, em depoimento, contou que foi até o endereço e notou que ela respondia de maneira estranha às mensagens, até que ele pediu para ela descer. 

Leia mais:

Imagem de destaque
ENTENDA

Moraes suspende lei que proibia linguagem neutra em escolas

Imagem de destaque
PARCELA DE MAIO

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2

Imagem de destaque
LABIC BRASIL

Inscrições para Redes de Formação em Cultura Digital estão abertas

Imagem de destaque
PUBLICADA

MP do Auxílio Reconstrução do Rio Grande do Sul entra em vigor


A vítima dizia que não podia e que ele deveria ir embora. O amigo da vítima contou que o porteiro até interfonou para o apartamento, mas ninguém atendeu. Minutos depois, o circuito interno do condomínio registrou a saída da mulher, com uma roupa diferente e cabelos molhados. 


Agora, a Polícia Civil investiga se existem outras vítimas do homem, que já foi chefe de gabinete do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais. 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá