Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Nelson Barbudo deve assumir vaga da deputada Amália Barros

13/05/24 às 08:23 - Escrito por Band
siga o Tarobá News no Google News!

Com a morte da deputada federal Amália Barros (PL/MT) neste domingo (12), o produtor rural e ex-deputado Nelson Previdente, conhecido como Nelson Barbudo, deve assumir a vaga na Câmara Federal, já que ele é o primeiro suplente do Partido Liberal em Mato Grosso.


Nelson Barbudo tentou se reeleger deputado federal em 2022, mas o número de votos conquistado por ele o colocou como o primeiro suplente. Em 2018, Nelson Barbudo foi eleito deputado federal em sua primeira candidatura e foi o candidato mais votado do estado, com 126 mil votos. Ele também já foi eleito vereador em Alto Taquari, nos anos 2000.


Durante seu primeiro mandato como deputado, Nelson Barbudo relatou projetos polêmicos como os que propunham regulamentar e ampliar a caça de animais no Brasil, o que limitava o valor das multas ambientais no país e o projeto que proíbe o uso da palavra “carne” em produtos que não são de origem animal, como os plant based. Nenhuma proposta de sua autoria foi aprovada e os projetos ainda seguem em tramitação na Câmara.

Leia mais:

Imagem de destaque
PACIENTES

Auxílio para pessoas com transtorno mental tem aumento de R$ 255

Imagem de destaque
CONVIDADA

Mesatenista Carla Maia vai disputar Paralimpíada de Paris

Imagem de destaque
CESTAS BÁSICAS

Exército leva nesta terça 75 toneladas de donativos para o RS

Imagem para ilustrar o sorteio da mega-sena. Crédito para agência Brasil
APOSTAS ABERTAS

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 35 milhões


O deputado foi acusado de machismo pela deputada federal Tabata Amaral (PSB/SP) após ele dizer, durante sessão, que ela ficasse “quietinha e pianinha”. Em 2005, Barbudo foi multado por promover desmatamento ilegal em sua propriedade rural. 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá