Linha 4

Publicidade

Abrasel pede ajuda da população para que bares não sofram novo fechamento

Da Redação

Londrina voltou a flexibilizar as medidas contra a disseminação da Covid-19 na última semana, no entanto, bares e restaurantes, que agora podem funcionar até as 23 horas, precisaram se adaptar para evitar novos fechamentos. Segundo declaração do presidente da Associação de Bares e Restaurantes de Londrina (Abrasel) Leonardo Leão, nesta segunda-feira (19), é preciso que todos os estabelecimentos respeitem as regras.

Para Leão, um novo fechamento teria um efeito devastador aos empreendedores do segmento. “Estamos cumprindo todos os protocolos. Uma minoria acaba desrespeitando, mas os bares e restaurantes não podem pagar a conta de erros que não cometeram”, defende.

A Abrasel avalia que para reduzir os índices da doença são necessários a consciência e o esforço de toda a população, evitando aglomerações e respeitando os protocolos de segurança. Segundo Leão, o poder público precisa fiscalizar mais para acompanhar quem não está respeitando as medidas.

“A população vê essa minoria e acaba tendo uma opinião formada contra a gente e nos deixando em maus lençóis. A responsabilidade dos bares é dentro do estabelecimento. As pessoas saem dos bares e restaurantes e se aglomeram na rua. É uma dificuldade pra gente, porque não temos esse poder de fiscalização”, explica.

O cenário de uma nova redução de horários poderia representar a falência de muitos bares e restaurantes que buscavam uma recuperação gradativa após os últimos fechamentos. De acordo com Leão, a associação está pleiteando a abertura de bares e restaurantes também aos domingos, principalmente os que funcionam dentro dos shoppings. Assista!

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade