Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Caso Claudia Ferraz: Arthur é transferido de prisão para ter atendimento médico

13/02/24 às 17:45 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Arthur Henrique Rockenbach, acusado de matar a companheira, a empresária Claudia Ferraz, no último dia 8 de fevereiro, foi transferido Centro Integrado de Triagem. O local onde ele está preso não foi informado pela defesa, por questão de segurança.

 

A mudança atendeu a um pedido da defesa de Arthur, que alegou que o cliente estava machucado e precisava ser enviado a um local onde tivesse condições de receber atendimento médico.

Leia mais:

Imagem de destaque
PROBLEMA GRAVE

Falta de energia atrapalha atendimentos na UBS Ouro Branco nesta segunda-feira

Imagem de destaque
ZONA LESTE

Motociclista de 21 anos fica ferido após colidir na lateral de um carro

Imagem de destaque
DUAS MOTOS E UM CARRO

Motociclista fica gravemente ferido em acidente na BR-369, sentido Ibiporã

Imagem de destaque
ZONA NORTE

Dois motociclistas ficam gravemente feridos após acidente no Jardim Barcelona

 

No dia seguinte ao crime, o acusado passou por audiência de custódia e teve a prisão convertida para preventiva.

 

Em depoimento, o homem assumiu ter matado Claudia com uma facada no pescoço. Ele contou que havia tomado medicamento e ingerido bebida alcoólica, quando o casal começou a discutir. “A gente brigou porque ela queria pegar meu celular e eu não deixei. Eu fui me defender e a esfaqueei”.

 

A acusação, que representa a família da empresária, afirma que o crime pode ter sido premeditado, já que existe a suspeita de Arthur ter comprado um galão de combustíveis antes de cometer o crime. Policiais que tenderam a ocorrência afirmaram que havia um odor forte de gasolina em toda a casa, quando houve a prisão em flagrante.

 

 

 

 

© Copyright 2023 Grupo Tarobá