Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Clube das Mães Unidas abre inscrições para 10 cursos gratuitos em Londrina

21/05/24 às 14:57 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

O Clube das Mães Unidas divulgou 10 novos cursos profissionalizantes gratuitos e que estão com as inscrições abertas. Há oportunidades para capacitações nas áreas de beleza e cuidados pessoais, culinária e marketing, entre outras. A lista completa foi publicada na página do Clube das Mães Unidas


Podem se candidatar moradores de Londrina com 16 anos ou mais, que estejam com o Cadastro Único atualizado e tenham cursado, pelo menos, até o 5° ano do Ensino Fundamental. Todos os cursos são totalmente gratuitos, e as aulas vão ser realizadas no endereço da entidade, localizada na Rua Roseiral, 77, Vila Ricardo.


Neste mês, os cursos abertos são: Alongamento de Cílios, Blindagem de Unhas Naturais, Atendimento ao Cliente, Confecção de Roupas de Mesa, Salgadinhos para Festas, Bombons e Trufas, e Cones Recheados. Mediante parcerias com outras entidades, há vagas para o curso de Temperos (UTFPR), Marketing Digital (Senac) e Decoração com Balões – Iniciante (La Fiesta).

Leia mais:

Imagem de destaque
POLICIAL

PCPR e MPPR deflagram operação contra organização criminosa ligada ao tráfico de drogas

Imagem de destaque
DURANTE A MADRUGADA

Motociclista de 37 anos morre ao colidir contra árvore no Centro de Londrina

Imagem de destaque
VINDO DO PARAGUAI

Operação da PM e Polícia Federal intercepta helicóptero com 400 kg de cocaína

Imagem de destaque
TROCARAM TIROS COM A PM

Trio furta carro e foge da Polícia Militar após abordagem em Cambé


A capacitação para Alongamento de Cílios terá duas turmas, sendo uma com aulas à tarde e outra, à noite. E a formação em Blindagem de Unhas Naturais terá turma no período matutino e outra no vespertino.


Os interessados que cumprirem os requisitos podem se inscrever presencialmente, somente no dia 29 de maio, na sede do Clube. As inscrições também podem ser feitas pela internet, mediante o preenchimento do formulário on-line disponível para cada um dos cursos. Cada pessoa poderá se matricular para somente uma formação. E quem cumprir a carga horária e participar das atividades receberá um certificado, ao final da capacitação..


A Prefeitura de Londrina faz o repasse de valores para custear essas atividades. Os repasses são previstos no Termo de Colaboração firmado pelo Clube das Mães Unidas com a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS). E a secretária da pasta, Jacqueline Marçal Micali, explicou que essa é uma medida, dentro das políticas públicas de Inclusão Produtiva, que visa proporcionar mudança de vida para pessoas em situação de vulnerabilidade. “Esses cursos fazem parte da Inclusão Produtiva, que tem como objetivo a geração de trabalho e renda através da capacitação de um público que chega até nós, muitas vezes, na busca pelo Cadastro Único, pelo benefício de transferência de renda. E se o benefício, a transferência de renda, é a porta de entrada, esses cursos e o acompanhamento ao qual ele submete a pessoa são a porta de saída. É a oportunidade de cidadania, superação e ressignificação dessa pessoa e sua família, através das potencialidades que já tem. Através desses cursos, essa pessoa vai poder ter seu próprio negócio ou ser encaminhada para a Economia Solidária, para continuar com suas atividades dentro dos projetos e programas da Assistência Social”, detalhou.


E a assistente social do Clube das Mães Unidas, Danielle Godoi Agostini Rodrigues, reforçou que quem participa dessas capacitações profissionalizantes abre portas para novas oportunidades em diferentes áreas. “Temos percebido, através dos acompanhamentos realizados, que o projeto tem impactado positivamente a vida de nossos usuários. Recebemos constantemente relatos de alunos que, a partir da capacitação profissional adquirida, começaram a desenvolver uma atividade produtiva. Na sua maioria, começam em casa mesmo. Também temos relatos de mães que não podiam trabalhar fora por conta do cuidado com seus filhos, mas hoje conseguem se organizar, cuidar de casa e ainda contribuir com a renda da família. Mães solos, que precisam trabalhar para sustentar os filhos e estão conseguindo gerar renda. Mulheres que chegaram sem perspectiva, em alguns casos depressivas, mesmo não tendo foco terapêutico, viram na realização dos cursos uma oportunidade de superar essas situações”, destacou.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá