Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Controle de acesso às unidades de Pronto Atendimento de Londrina será alterado, diz secretaria

28/09/22 às 10:14 - Escrito por Redação Tarobá News

Diante das reclamações de profissionais de saúde que trabalham na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim do Sol, na zona oeste de Londrina, sobre a falta de segurança no local, a Secretaria Municipal de Saúde informou que vai alterar o controle de acesso na parte interna da unidade e solicitará a presença de guardas municipais em escala de 24 horas.


“Vamos implantar, a partir desta quarta-feira, um controle maior de acesso à unidade. A maior reclamação dos servidores é sobre o acesso livre de pessoas que não estão em atendimento, às vezes chegam três ou quatro pessoas acompanhando um paciente. Vamos restringir o acesso apenas para uma acompanhante. O acesso só será permitido para casos previstos em lei”, disse o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado.  


A mudança ocorre após três funcionários da UPA Jardim do Sol serem agredidos pelo filho de um paciente na noite de sábado (24). Os técnicos em enfermagem foram agredidos com socos e um deles ameaçado com uma faca.


O agressor fugiu após a chegada de guardas municipais. Ele foi identificado pela Polícia Civil e, segundo o advogado, o suspeito deve prestar esclarecimentos sobre os fatos nos próximos dias.


Na segunda-feira (26), após uma manifestação dos servidores pedindo por mais segurança, a Secretaria Municipal de Defesa Social disse que não há necessidade de aumentar o número de guardas municipais trabalhando na unidade. O foco de tensão ocorre a noite e, por isso, dois guardas são destacados para trabalhar apenas nesse período.


No entanto, nesta quarta-feira, o secretário de Saúde afirmou que vai se reunir com o chefe da Guarda Municipal para viabilizar uma escala de 24 horas de guardas em todas as unidades de saúde que funcionam o dia inteiro. 


Atualmente, apenas o Pronto Atendimento Infantil (PAI) recebe guardas municipais durante todo o período de atendimento. Na UPA do Jardim do Sol há guardas fixos das 19h às 6h. Nos outros horários, a Guarda Municipal realiza rondas na unidade.  

 

“Queremos viabilizar essa escala de 24 horas para a UPA Jardim Sabará, UPA Jardim do Sol e também para o Pronto Atendimento do Leonor. Vemos que é importante para dar mais tranquilidade aos servidores e também controlar o fluxo de pessoas nos locais”, detalhou Machado.


Sem perspectiva de quando essa nova escala de agentes poderá funcionar, de forma imediata, será implantado um novo fluxo de acesso. Um servidor será escalado para controlar quem entra no local de atendimento.


“Em breve, vamos encaminhar um projeto para contratação de uma empresa especializada que fará esse controle em todas as unidades. A intenção é ter um funcionário em cada unidade 24 horas”, destacou o secretário Municipal de Saúde.

 

“Os servidores relataram que estão angustiados em assumir o plantão por conta desse tipo de situação. Vamos adotar as novas medidas para melhorar o ambiente de trabalho”, pontuou Machado. 

© Copyright 2022 Grupo Tarobá