Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Depois de 10 anos, obra da ala materno infantil é oficialmente inaugurada

05/04/24 às 13:06 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A nova ala Materno/Infantil do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP), nomeada de Elvira Feiten Franz, foi oficialmente inaugurada nesta sexta-feira,  05 de abril. A solenidade contou com a presença de representantes da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste); direções à frente do HUOP; Secretário de Saúde do estado do Paraná, Beto Preto; representantes da família da homenageada Elvira Feiten Franz, além de autoridades da saúde regional.


Para o Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, este é um momento importante para todo o estado “essa obra estava parada, tivemos um trabalho de várias mãos, que vai ser uma retaguarda fantástica para toda macrorregião. O HUOP merece toda a atenção pelo que fez durante a pandemia e por isso a entrega chega com tanta felicidade. Em nome do governador Ratinho Júnior viemos celebrar a abertura da maternidade”.

 

Leia mais:

Imagem de destaque
CASA REVIRADA

Criminosos invadem, furtam chácara e roubam barco em Primeiro de Maio

Imagem de destaque
ASSUSTOU

Mulher perde o controle após se distrair com gato e bate carro na zona sul

Imagem de destaque
100% GRATUITO

Projeto Mega oferece curso para jovens empreendedores no Jardim Cristal

Imagem de destaque
FERIMENTOS LEVES

Motociclista fica ferido após colidir com carro na zona norte de Londrina

Estrutura


Com um total de 5.127,54 metros quadrados construídos, a nova ala possui três andares e toda a estrutura médica e clínica, totalizando 70 leitos adultos e 98 berços (incluindo de UCI e UTI), em um investimento total de R$: 19.070.703,87 (Dezenove milhões, setenta mil, setecentos e três reais e oitenta e sete centavos).  A apresentação oficial do novo prédio acontece agora, porém a utilização geral será escalonada. O segundo piso, local onde estão os leitos, já está funcionando desde o último trimestre de 2023, agora após a cerimônia de inauguração, gradativamente térreo e primeiro pavimento recebem toda esterilização necessária e preparação dos ambientes para entrar em funcionamento em breve.


O reitor da Unioeste, Alexandre Webber comemora a parceria entre Instituição e Estado, ressaltando a importância dessa data para o Huop "Essa é uma conquista significativa para toda a nossa região, representando a última obra concluída em nossa universidade. A ala já está à disposição da população, pois transferimos a maternidade para ampliar os leitos no nosso Hospital Universitário. Essa mudança no centro obstétrico e nas UTI's certamente proporcionará uma condição muito melhor para as gestantes que precisam estar ali. Além disso, é uma melhoria essencial para os nossos profissionais que atuam com extrema dedicação. O Hospital Universitário agora se consolida como uma grande maternidade, oferecendo excelência nos atendimentos," finalizou Webber.


Para o vice-reitor da Unioeste, Gilmar Ribeiro de Mello, a inauguração desse novo espaço gera grande satisfação, pois estão entregando essa estrutura à sociedade “É um momento importante para a Unioeste e para o Hospital Universitário. Estamos entregando para a sociedade mais essa estrutura, que vai permitir que tenhamos a possibilidade de prestar serviços ainda melhores. Somos referência na área de atendimento às mãezinhas e aos nossos bebês, e agora, com essa estrutura, atenderemos ainda melhor. É uma grata satisfação estarmos entregando essa estrutura à sociedade," finalizou o vice-reitor.


O diretor geral do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP), Rafael Muniz de Oliveira, ressalta que esta é uma obra aguardada há anos por todos na macrorregião “A construção da ala materno infantil começou há anos, ficou paralisada em gestões e governo anteriores. No entanto, com bastante trabalho foi possível retomar o projeto junto à gestão do governador Ratinho Jr e do Secretário de Saúde do Estado, Beto Preto. A inauguração da unidade é um momento de alegria e satisfação, e a equipe está comprometida em garantir que ela funcione efetivamente para atender às necessidades das gestantes e suas famílias. Parabéns a todos os envolvidos por esse importante marco na saúde da região Sudoeste e Oeste do estado do Paraná. Sabemos do papel do hospital público que é crucial, especialmente no Sistema Único de Saúde (SUS)”. 


O HUOP garante o acesso à saúde para a população de 94 municípios com cerca de 2 milhões de habitantes. Para Sara Trecossi, diretora de enfermagem do HUOP, esse novo espaço é a concretização de um sonho após muito empenho e trabalho de todos, sendo um marco na história da Instituição “É a materialização do sonho de muitos anos, além de fruto do intenso trabalho conjunto. Esse novo espaço virá para dar um local de atendimento digno para nossas mulheres e seus bebês. Sou mulher, mãe e sei da importância de um bom atendimento no momento pré-parto, parto e puerpério. Ser assistida por uma equipe preparada para toda e qualquer intercorrência e estar acomodada em um ambiente acolhedor trará a segurança que essa mulher precisa nesse momento tão peculiar e especial de sua vida. Toda nossa equipe de Enfermagem que trabalha com a atenção materno infantil almeja esse novo espaço há muitos anos e por isso estamos entusiasmados em saber que o tão sonhado 'espaço adequado e digno' agora é uma realidade” finalizou Sara.


O engenheiro civil responsável pela retomada do projeto, Paulo Henrique Gris, ressalta que o projeto ficou muito tempo parado e exposto às ações naturais do tempo. "Essa obra teve início no final de 2014 para começo de 2015 e paralisou de vez em 2018, ficando exposto as ações do tempo. Assumimos o projeto no segundo semestre de 2022 e nosso maior desafio foi buscar entender o que era proposto na época e adaptar para a nova realidade do HUOP. Tivemos algumas dificuldades na retomada da obra como o registro do furto de fiação na estrutura física, o que levou mais tempo para acertar todos os detalhes, testes foram realizados e ainda vão ser feitos com a mudança para o novo espaço visto a garantia de obra. Por isso, a materno está sendo inaugurada de forma oficial neste primeiro trimestre de 2024”, finalizou Gris.


Homenagem

 

O nome escolhido para a ala é o da enfermeira e parteira, servidora pública estadual, Elvira Feiten Franz, que fez história em Cascavel em um trabalho voltado às gestantes e lactantes. Elvira faleceu em 1978, mas seu nome é referência em atendimento materno-infantil até hoje entre profissionais da saúde.

 

Elvira ficou conhecida como servidora do bem e mulher à frente do seu tempo. Sua história inspira muitas pessoas que se dedicam a essa profissão que é cuidar do próximo. A filha de Elvira, Dona Maria Rita Sarolli aos 91 anos participou da cerimônia e falou da felicidade que é acompanhar esse momento  “Ela fez tanto por Cascavel, o primeiro posto de saúde. Eu me lembro de como ela sempre cuidava das pessoas. Achei maravilhoso que Cascavel lembrou dela”.


Números do HUOP


O HUOP é conhecido como o hospital amigo da criança com referência em partos e atendimentos nas regiões Oeste e Sudoeste do Paraná. Por mês, são registrados  mais de 300 nascimentos na Instituição, todos vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS).


A unidade agora está completa e é dedicada à maternidade e à saúde infantil.


A nova maternidade inclui:


- Leitos da Maternidade no pós-parto: Esses leitos são essenciais para o cuidado das mães após o parto.

- Ampliação do centro obstétrico: Agora, o centro obstétrico conta com 14 leitos e atende a um grande número de pacientes, tanto antes quanto depois do parto.

- Unidades de cuidados intermediários: Isso inclui as áreas de cuidados neonatais e cuidados intermediários para bebês. Essas unidades são fundamentais para atender às necessidades específicas dos recém-nascidos e suas famílias.

- Ao todo são 70 leitos adultos e 98 berços.

 

Nascimentos


Nos três primeiros meses de 2024, foram contabilizados até o momento mais de 1000 nascimentos. Em 2023, foram registrados 4.056, em 2022 o número ficou em 3.978 nascimentos e em 2021.


Atendimentos no Centro Obstétrico


Os registros de atendimentos e consultas realizados pelo Centro Obstétrico, de 01/01/2024 até 04/04/2024, totalizam 4.335 pelo setor.


Em janeiro, foram contabilizados 1.398 atendimentos. No mês de fevereiro, 1.475 pacientes foram atendidos pelo setor e, em março de 2024, somaram-se 1.264 atendimentos/consultas.


Todos esses dados evidenciam a importância do maior hospital público para as regiões Sudoeste e Oeste, que estão em constante crescimento. O HUOP é um gigante que faz parte de inúmeras histórias de vida, oferecendo tudo de forma gratuita, com atendimento de excelência e qualidade. 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá