Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Empresa vencedora da licitação de reforma da UPA Sol é inabilitada pela gestão

10/05/24 às 14:01 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A empresa Executar Comercial e Serviços Eireli, que estava prestes a ser declarada como a vencedora da licitação para a reforma da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim do Sol, foi considerada inabilitada pela Secretaria Municipal de Gestão Pública, por falta de documentação.

 

A oferta da empresa era fazer a obra por cerca de R$ 1,5 milhão. A construtora não incluiu no rol de contratos declarados, o contrato em execução de uma obra junto ao município de Itapevi e, por isso, a gestão pública decidiu pela inabilitação e mão adjudicação do objeto à empresa.

Leia mais:

Imagem de destaque
EM CAMBÉ

Mulher é presa pela Polícia Civil por aplicar o golpe do bilhete premiado

Imagem de destaque
FAMILIARES RELEMBRAM

Ataque à escola Helena Kolody completa um ano nesta quarta-feira

Imagem de destaque
PRODÍGIO

Com apenas 7 anos, menino com autismo lança livro sobre marte

Imagem de destaque
POLICIAL

Polícia confirma: motorista que matou mulher atropelada estava embriagado

 

O primeiro edital foi aberto no dia 23 de agosto de 2023, mas não teve interessados. A avaliação é que a primeira licitação não contemplava o acesso de máquinas pesadas à UPA. O segundo edital passou por mudanças, incluindo os novos serviços. O valor máximo foi de R$1,5 milhão. O processo foi suspenso, porque foi necessário alterar o edital, que passou por análise da procuradoria do município. A terceira, aberta no dia 18 de outubro, fracassou, já que as empresas não conseguiram comprovar que estavam aptas a assumir a obra.

 

Este é o quarto edital de licitação. Após a inabilitação de duas empresas, o terceiro colocado entre os concorrentes deve ser chamado para apresentar a documentação e entrar nos critérios estabelecidos pela prefeitura.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá