Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Estudante com deficiência visual conquista óculos de inteligência artificial

30/11/23 às 19:52 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

No início de novembro, o Grupo Tarobá contou a história da Júlia, que é estudante de psicologia e tem deficiência visual. O sonho dela era recolher as pessoas e ler um livro. Isso seria mais fácil com os óculos de inteligência artificial.  Após uma vaquinha, liderada pelo apresentador Cid Ribeiro, o sonho foi da Júlia foi realizado.

 

Os óculos foram entregues em forma de surpresa para a Júlia. Quando ela ouviu a voz do Cid, não aguentou a emoção. “Nossa, eu não esperava. Fiquei muito feliz quando ouvi a voz dele”, disse a estudante.

Leia mais:

Imagem de destaque
POLICIAL

PRF apreende 300 celulares escondidos em fundo falso de ônibus de turismo

Imagem de destaque
EDUCAÇÃO

Prefeitura inaugura obra do Cmei Erna Margarida Maia no Universitário

Imagem de destaque
ATENDIMENTO

Homem é encaminhado ao HUOP após sofrer parada cardiorrespiratória em partida de futebol

Imagem de destaque
TRÂNSITO

Caminhão sai da pista após ser fechado por carro na BR-163 próximo a Sede Alvorada

 

Tudo começou quando o pai da Júlia assistiu uma matéria na TV Tarobá sobre os óculos de inteligência artificial. Ele entrou em contato para ter mais informações e conseguir um para a filha. No começo de novembro uma matéria foi gravada com ela. Graças a divulgação, os telespectadores se sensibilizaram e ajudaram na arrecadação do valor.

 

Altair Almeida, pai da Júlia, comemorou a conquista. “Foi excepcional a rapidez com que alcançou o valor em tempo recorde. Isso prova o quanto tem audiência no programa, tanto no período do almoço quanto no final da tarde. Estamos gratos à produção, ao Cid, que viu minha mensagem e lançou essa campanha na TV”, disse.

 

Quem também ficou grato e emocionado foi o apresentador. “Uma sensação única de saber que a gente consegue, com a força do Grupo Tarobá de Comunicação, ajudar as pessoas, porque o CID Ribeiro, sem a ajuda da população, não conseguiria fazer nada”, comemorou Cid Ribeiro.

 

Júlia nasceu prematura e teve hidrocefalia. Ainda pequena precisou colocar uma válvula na cabeça, que pressionou o nervo ótico, e aos 7 anos de idade, ela perdeu a visão. Com muita garra, ela superou todos os obstáculos e hoje estuda psicologia na Universidade Estadual de Londrina (UEL).  

 

Para os pais, a filha é uma guerreira e com os óculos, vai conquistar todos os seus sonhos e objetivos.

 

O OrCam MyEye é um dispositivo acoplado aos óculos. Ele tem uma câmera de inteligência artificial, capaz de escanear textos, reconhecer rostos, cores, cédulas de dinheiro e transformar as informações em áudio

 

Os representantes da empresa fizeram questão de participar do momento e ensinar os primeiros comandos dos óculos para a Júlia. “Eu sempre falo que as tecnologias se somam. É super importante ter o Braille, é super importante ter os computadores e os celulares. O OrCam é mais uma ferramenta de inclusão que se soma aos demais”, disse Daron Sadke.

 

© Copyright 2023 Grupo Tarobá