Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Família de bebê que nasceu sem globos oculares pede ajuda para tratamento

07/12/23 às 10:49 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A família da pequena Maria Helena, que nasceu com anoftalmia, precisa de ajuda para a manutenção do tratamento com prótese expansora. 


A anoftalmia é uma doença congênita, adquirida ou associada a outras síndromes em que a criança nasce sem um ou os dois globos oculáres. Com isso, o desenvolvimento do crânio também pode ser afetado. Maria Helena foi até Campinas e colocou a primeira prótese, que precisa ser trocada a cada 30 dias para que as pálpebras da menina sejam abertas. 


O problema é que o tratamento em si tem o custo de R$ 2 mil, fora o valor utilizado para locomoção de Londrina a Campinas e a hospedagem. Amanda e Thiago, pais da menina, descobriram a condição ainda durante a gestação. "Depois que ela nasceu, o diagnóstico foi confirmado. Graças a Deus é só a anoftalmia, que é a ausência dos olhinhos, mas está tudo certo com a saúde dela", conta Amanda. 

Leia mais:

Imagem de destaque
ENFRENTAMENTO

Vereadores vão para Brasília discutir questões sobre pessoas em situação de rua

Imagem de destaque
DESAPARECIDO

Família procura idoso visto pela última vez na zona norte de Londrina

Imagem de destaque
SAIBA COMO AJUDAR

HU pede doações de fraldas geriátricas para pacientes de baixa renda

Imagem de destaque
PSS

Rolândia abre inscrições para contratar agentes de endemias


O tratamento é considerado estético e não tem cobertura pelo SUS (Sistema Único de Saúde), por isso, a família aceita doações. Quem quiser ajudar, pode entrar em contato com a Amanda, mãe da Maria Helena, pelo telefone (43) 99660-4749.


© Copyright 2023 Grupo Tarobá