Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Família procura por homem filmado vagando com roupa de hospital após fuga

14/04/24 às 14:38 - Escrito por TNOnline
siga o Tarobá News no Google News!

Uma família de Apucarana busca por Cristiano Aparecido dos Santos, 36 anos, desaparecido desde a última sexta-feira (12), quando ele estava internado no Hospital da Providência e teria fugido da unidade de saúde sem dar explicações aos familiares. 

 

A irmã, Maria do Socorro dos Santos, entrou em contato com o TNOnline e afirmou que um boletim de ocorrências foi registrado. Segundo ela, Cristiano tem problemas com alcoolismo e caiu em via pública ao sofrer uma convulsão na quarta-feira (10). "Caiu de cara no chão e machucou tudo. Daí meu marido chamou socorro e o Samu levou ele para o Providência", contou a Maria.

Leia mais:

Imagem de destaque
EM ESTADO GRAVE

Divulgada imagens de suspeito de atacar jovem com ácido em Jacarezinho

Imagem de destaque
INVADIU CASA DA EX

Homem de 29 anos resiste à prisão e agride dois policiais em Apucarana

Imagem de destaque
MAIO AMARELO

CMTU convida população a doar sangue em prol de vítimas de acidentes de trânsito

Imagem de destaque
PROPOSTA DO GOVERNO

Sindicato ameaça greve caso projeto de terceirização de escolas seja aprovado

 

No dia seguinte, quinta-feira, Cristiano foi encontrado andando pelo centro de Apucarana com a roupa do hospital. Um assistente social, segundo a irmã, levou o homem para a casa da família. Contudo, ele voltou a ter surtos e foi encaminhado novamente ao hospital, onde foi internado pela segunda vez.

 

"Na sexta-feira avisaram que ele estava vagando ali perto do terminal [urbano] com a roupa do hospital de novo. Com soro no braço. Daí ligamos no Hospital da Providência, que informou que ele estava no sistema, mas não se encontrava no quarto. Fugiu duas vezes e agora não temos notícias dele", disse a irmã.

 

Um vídeo filmado e enviado à família mostra Cristiano andando por uma rua em Apucarana.

 

Informações sobre o paradeiro de Cristiano podem ser repassadas à Polícia Militar, pelo 190, ou à Polícia Civil, pelo 181.

 

 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá