Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Fezes de pombos deixam taxistas incomodados na Alameda Miguel Blasi

20/05/24 às 15:05 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

As fezes e mau cheiro causados por pombos na Alameda Miguel Blasi, no Centro de Londrina, deixam taxistas e populares incomodados na região. O problema é antigo e se arrasta no município há cerca de 20 anos. A localidade não recebe limpeza há seis meses.

 

Vale destacar os riscos causados pelas fezes do pombo. Em 2013, um taxista de 47 anos morreu de Criptococose, infecção causada por um fungo transportado pelo pombo. A Criptococose é uma doença classificada como micose sistêmica, causada por fungos do gênero Cryptococcus e que, dependendo do caso, pode matar. E as fezes ressecadas, se inaladas com a ação do vento, podem causar doenças.

Leia mais:

Imagem de destaque
GRAVE

Bebê de 1 ano morre atropelado em Apucarana e suspeito é espancado por populares

Imagem de destaque
ENTENDA A HISTÓRIA

Conheça a história do Paçoca, cão que se envolveu em polêmica neste domingo

Imagem de destaque
EXPLICAÇÃO

Família nega que tenha abandonado cachorro e explica caso; cão está bem

Imagem de destaque
TRAGÉDIA

Homem morre após acidente de moto na Avenida Dez de Dezembro, em Londrina

 

A CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) informou em nota que a Alameda Miguel Blasi, será lavada até o final dessa semana. Ali não tem contrato. A limpeza é realizada pela própria companhia. O contrato atual com empresa terceirizada engloba apenas bosque e calçadão.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá