Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Homem atingido por árvore durante temporal terá que reconstruir a face

05/12/23 às 20:34 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

O homem que foi atingido por uma árvore no Lago Igapó II, em Londrina, durante as chuvas do último sábado (2), vai precisar passar por uma cirurgia de reconstrução de face. A esposa dele questiona a segurança do local, que tem recebido muita gente por conta de decoração de Natal.

 

A Thais Müller estava com o marido, Mauro, e o filho retornando de uma caminhada, quando foram surpreendidos pela chuva que logo virou tempestade. E lembra com detalhes como tudo aconteceu. Segundo ela, eles estavam correndo da chuva, quando pararam para esperá-la embaixo de uma árvore. Foi neste momento, que o tronco atingiu o marido. “A cena que eu tenho é que ele parou, me olhou e olhou pra cima, porque ele disse que ouviu um barulho”, conta a mulher.

Leia mais:

Imagem de destaque
COM CELULAR DA UEL

Polícia prende quarto homem por tráfico no mesmo local em menos de 20 dias

Imagem de destaque
HOMENAGEM

Londrina decreta luto oficial pela morte do médico Fernando Mangieri Sobrinho

Imagem de destaque
CONFIRA EDITAL

Polícia Penal do Paraná abre inscrições para concurso público até 22 de março

Imagem de destaque
TEMPORARIAMENTE

Santa Casa de Londrina suspende atendimento a novos pacientes por superlotação

 

A Thais conta ainda que o marido desacordou rapidamente, mas quando recobrou a consciência e ergueu a cabeça, ela viu que parte do rosto do marido estava aberta. “Parte do rosto dele desceu e olho dele caiu. Mas eu fiquei feliz porque ele estava vivo.”

 

Apesar do grave ferimento, Mauro não ficou com sequelas neurológicas, mas de acordo com os médicos, por pouco os galhos não atingiram seu cérebro.

 

Thais questiona o poder público por ter divulgado imagens da árvore sendo retirada da calçada, sem citar o acidente envolvendo o marido dela. “Quando se trata de prioridade, quando se trata da vida, para eles pode ser apenas mais um. Para mim, não. Para mim, era a minha família. O meu marido e o meu filho estavam embaixo daquela árvore.”

© Copyright 2023 Grupo Tarobá