Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Índice de negativados em Londrina aumenta 27,5% em novembro

08/12/23 às 09:27 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

Os dados da inadimplência do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) da ACIL, relativos ao mês de novembro, revelam que a inadimplência cresceu em Londrina, com aumento de 27,5% de consumidores que não quitaram suas dívidas em dia e foram inscritos no cadastro de negativados, em comparação com novembro de 2022.


No acumulado dos 11 meses de 2023, a alta entre os negativados é de 5,13%, em comparação ao mesmo período do ano passado. 





Positivados

Leia mais:

Imagem de destaque
IMBRÓGLIO NA JUSTIÇA

Liminar autoriza município a demolir barracão da Travessa Belo Horizonte

Imagem de destaque
PARCERIA COM A PM

Arapongas inicia atividades do Proerd 2024 atendendo cerca de mil alunos

Imagem de destaque
TRÂNSITO

Após perseguição, homem é preso por tráfico de drogas no bairro Floresta

Imagem de destaque
CONFIRA

Cultura divulga classificação final de edital de Projetos Independentes do Promic


Por outro lado, o índice de consumidores positivados, que conseguiram quitar ou renegociar suas dívidas, recuperando o crédito, aumentou 19% em comparação com novembro do ano passado. 


Nos 11 meses de 2023, o número de consumidores que deixaram a inadimplência aumentou 8%, em comparação com o mesmo período de 2022. 


“Com este resultado, o mês de dezembro começa com praticamente a mesma quantidade de consumidores com restrição ao crédito que havia em dezembro de 2022”, destaca Marcos Rambalducci, consultor econômico da ACIL.


Indicadores

Os dados do SPC/ACIL destacam dois índices: o dos consumidores _entrantes_ (incluídos na restrição ao crédito), que deixaram de pagar alguma conta e tiveram o nome inserido no cadastro de inadimplentes; e os _saintes_, que estavam com o nome no cadastro de negativados, mas negociaram ou pagaram suas dívidas e ‘limparam o nome’, recuperando o crédito.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá