Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Medicamentos à base de canabidiol poderão ser oferecidos pelo SUS no Paraná

28/02/24 às 21:48 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

O Paraná vai iniciar a regulamentação de medicamentos à base de canabidiol. Com os registros junto à Anvisa, a Secretaria Estadual de Saúde poderá oferecer os tratamentos através do SUS (Sistema Único de Saúde), o que será um alívio muitas famílias.

 

A Maria Eduarda faz tratamento com o canabidiol há um ano. Com apenas três meses de vida, a pequena foi diagnosticada com a síndrome de West, que causa crises epiléticas frequentes. Mas graças ao novo tratamento, as crises diminuíram e a menina tem mais qualidade de vida. “A mudança veio após uns 60 dias de uso. Ela tinha até 10 crises por dia, hoje apenas uma, e mais leve”, explicou o pai de Eduarda, Rosildo Dias dos Santos.

Leia mais:

Imagem de destaque
EM MAIO

Prefeitura de Arapongas promove 9ª Feira do Microempreendedor Individual

Imagem de destaque
CENA IMPRESSIONANTE

Marquise de loja no Centro de Rolândia desaba de deixa carros danificados

Imagem de destaque
SOB PROTESTOS

Câmara aprova urgência para projeto que prevê sanções a invasores de terras

Imagem de destaque
EM CADEIRA DE RODAS

Mulher leva homem morto para sacar empréstimo em agência bancária do Rio

 

O problema é o custo do tratamento. A família gasta cerca de R$ 2,4 mil por mês com o medicamento, uma realidade que está prestes a mudar.

 

O governo do estado trabalha para regulamentar o acesso a medicamentos à base de canabidiol para o tratamento de doenças, síndromes e transtornos de saúde. A regulamentação, além de dar segurança aos pacientes que são tratadas pelas substâncias, também minimiza os impactos financeiros com a compra dos medicamentos e ações judiciais que afetam o orçamento público.

 

Conforme os medicamentos forem registrados junto à Anvisa, a Secretaria Estadual de Saúde poderá oferece-los através do SUS. Segundo a advogada Nilza Sacoman, será necessário ainda que o paciente faça a comprovação da eficácia dos medicamentos para sua saúde. “Para ter acesso ao medicamento terá que ter um relatório médio informando a necessidade do uso, a eficácia e demonstrando que outros tratamentos não foram eficazes.”

 

© Copyright 2023 Grupo Tarobá