Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Médicos que atenderam jovem que morreu na UPA são indiciados por homicídio

21/02/24 às 11:10 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

Com a conclusão do inquérito que investiga a morte de Nycolas, o jovem de 22 anos que morreu durante atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim do Sol em outubro de 2022, os  dois médicos que atenderam o rapaz foram indiciados por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. 


O jovem teve problemas respiratórios um dia antes de morrer e procurou a unidade de saúde. Segundo familiares, ele recebeu alta e foi para casa no mesmo dia. No dia 23 de outubro, ele voltou a ter dificuldades respiratórias e retornou para a UPA, onde não resistiu e morreu.


Segundo a Polícia Civil, os profissionais foram indiciados por homicídio culposo por conta da negligência e pelo erro de diagnóstico médico. 

© Copyright 2023 Grupo Tarobá