Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Paraná começa a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN)

08/12/23 às 20:50 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

O Paraná deu início à confecção da Carteira de Identidade Nacional (CIN)O novo modelo segue um padrão único, com numeral de Cadastro de Pessoa Física (CPF), que acaba com a possibilidade de multiplicidade na identificação. 


A mudança visa substituir os registros gerais, que anteriormente podiam ser emitidos por uma pessoa em cada um dos estados do Brasil, cada um com numeração diferente. A iniciativa traz mais segurança à população, já que reduz a possibilidade de fraudes.


A CIN possui validade de 10 anos. O modelo antigo vai sair de circulação até 2032, sem necessidade de quem já possui o documento emitir um novo.

Leia mais:

Imagem de destaque
PROJETO DE LEI

Empresas de transporte público terão que divulgar informações sobre veículos

Imagem de destaque
DESMONTAGEM E MONTAGEM

Tenda externa da UPA Sabará recebe nova estrutura e sistema de climatização

Imagem de destaque
SHOWS GRATUITOS

Distrito de São Luiz realiza primeira festa rural no próximo final de semana

Imagem de destaque
E 20 ÓBITOS

Londrina registra mais de 14 mil casos de dengue de acordo com novo boletim


A novidade é uma parceria da PCPR com a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), que auxiliou na implantação do novo serviço para a produção do documento. A CIN possui versões impressa e digital, que pode ser acessada pelo aplicativo gov.br.


“A iniciativa é uma forma tecnológica de contribuir para a identificação civil e para a prevenção e investigação de crimes, já que o modelo contém um único número, trazendo praticidade e segurança ao cidadão”, afirma o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach.


De acordo com o chefe do Instituto de Identificação do Paraná, Marcus Michelotto, o Paraná foi um dos primeiros estados a dar início à emissão do novo modelo. “É um trabalho ininterrupto dos nossos policiais com a equipe de tecnologia do Estado. Com essa adaptação estamos cumprindo a lei que determina que os estados se adequem ao novo sistema até janeiro de 2024. Então, fizemos isso de forma antecipada, terminando o ano com o lançamento da novidade”, completa.


Para o coordenador do PCPR na Comunidade, João Mário Goes, este é o primeiro evento de outros que terão a confecção do novo documento. “A edição do PCPR na Ilha do Mel marca o início de uma nova era na identificação civil. A partir de agora todos as carteiras de identidade serão feitas no novo padrão, tanto em nossos eventos como em todos os postos de identificação”, afirma.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá