Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Paraná começa a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN)

08/12/23 às 20:50 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

O Paraná deu início à confecção da Carteira de Identidade Nacional (CIN)O novo modelo segue um padrão único, com numeral de Cadastro de Pessoa Física (CPF), que acaba com a possibilidade de multiplicidade na identificação. 


A mudança visa substituir os registros gerais, que anteriormente podiam ser emitidos por uma pessoa em cada um dos estados do Brasil, cada um com numeração diferente. A iniciativa traz mais segurança à população, já que reduz a possibilidade de fraudes.


A CIN possui validade de 10 anos. O modelo antigo vai sair de circulação até 2032, sem necessidade de quem já possui o documento emitir um novo.

Leia mais:

Imagem de destaque
FINALIZAÇÃO EM JULHO

Obras do Terminal Acapulco ficam cerca de R$280 mil mais caras com aditivos

Imagem de destaque
CRIME EM ORTIGUEIRA

Operação da Polícia Civil prende pessoas suspeitas por morte de adolescente

Imagem de destaque
ZONA SUL

Colisão contra postes deixa homem ferido e 1,5 imóveis sem energia em Londrina

Imagem de destaque
MADRUGADA

Família é amarrada durante assalto a sítio em Mauá da Serra


A novidade é uma parceria da PCPR com a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), que auxiliou na implantação do novo serviço para a produção do documento. A CIN possui versões impressa e digital, que pode ser acessada pelo aplicativo gov.br.


“A iniciativa é uma forma tecnológica de contribuir para a identificação civil e para a prevenção e investigação de crimes, já que o modelo contém um único número, trazendo praticidade e segurança ao cidadão”, afirma o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach.


De acordo com o chefe do Instituto de Identificação do Paraná, Marcus Michelotto, o Paraná foi um dos primeiros estados a dar início à emissão do novo modelo. “É um trabalho ininterrupto dos nossos policiais com a equipe de tecnologia do Estado. Com essa adaptação estamos cumprindo a lei que determina que os estados se adequem ao novo sistema até janeiro de 2024. Então, fizemos isso de forma antecipada, terminando o ano com o lançamento da novidade”, completa.


Para o coordenador do PCPR na Comunidade, João Mário Goes, este é o primeiro evento de outros que terão a confecção do novo documento. “A edição do PCPR na Ilha do Mel marca o início de uma nova era na identificação civil. A partir de agora todos as carteiras de identidade serão feitas no novo padrão, tanto em nossos eventos como em todos os postos de identificação”, afirma.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá