Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Prefeitura de Londrina inicia operação do novo Terminal Ouro Verde

28/11/23 às 10:08 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

Às 10h desta terça-feira (28) entrou em operação o novo Terminal Ouro Verde, localizado no encontro entre as avenidas Winston Churchill e dos Amigos, próximo ao Estádio do Café, na região norte da cidade.


A inauguração do espaço conta com a visita técnica do prefeito Marcelo Belinati, do secretário de Obras, João Verçosa, do diretor-presidente e do diretor de Transporte da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Marcelo Cortez e Wilson de Jesus. 


A visitação deve contar também com a participação de vereadores.

Leia mais:

Imagem de destaque
JARDIM COLISEU

Jovem perde controle da motocicleta e colide contra uma árvore na zona oeste

Imagem de destaque
QUALIDADE DE VIDA

Mutirão de atendimento realiza entrega de aparelhos auditivos para crianças

Imagem de destaque
EM CAMBÉ

Briga generalizada em colégio estadual termina com um rapaz atirando pro alto

Imagem de destaque
ENTENDA

Estrada da pedreira na zona sul fica interditada por conta das chuvas


O início das atividades será acompanhado da desativação da estação provisória montada na avenida Lucílio de Held, perto do terminal original, utilizada desde julho de 2022 pelos passageiros como estação de embarque e desembarque.


Entre 10h e 12h, ônibus farão o transporte dos usuários até a nova estrutura, enquanto a retirada da guarita, dos pontos e bancos temporários presentes na área deve começar na semana que vem.


Novidades - Com R$ 12.610.351,08 em investimentos, o Terminal Ouro Verde mais que quadruplicou de tamanho em relação à edificação antiga, passando de 820,25 m² de área construída para 3.874,27 m². O aumento da metragem permitiu a ampliação, de duas para três, das pistas por onde circulam os coletivos. Possibilitou também a construção de novas baias para os ônibus chegarem e um espaço para o estacionamento dos veículos.


A reforma do local, que envolveu a demolição completa da construção antiga, datada de 1990, contemplou a instalação de ampla cobertura metálica com isolamento térmico e acústico, ideal para a proteção contra condições climáticas adversas, cujas chuvas torrenciais e ventos fortes motivavam reclamações da população.


A restauração incluiu a execução de novas plataformas, piso tátil, escadas, rampas de acessibilidade, guarda-corpos, bancos com encosto, guaritas de bilheteria e fiscalização, bicicletário e vestiários. As melhorias incluíram ainda a criação de áreas de circulação, hall, sanitários e fraldário, bem como a implantação de paraciclo, lixeiras, tótens com informações em braile, novas instalações hidráulicas, elétricas, pintura, sinalização, sistemas de voz, telefônico e de câmeras de monitoramento. 


Segundo o diretor-presidente da CMTU, Marcelo Cortez, trata-se de um local amplo e moderno, plenamente adaptado a pessoas com deficiência (PCD) e mobilidade reduzida. “Com essa entrega, entendemos estar contribuindo com a democratização do acesso à cidade, já que a concepção do espaço foi pensada para facilitar a circulação de quem possui alguma dificuldade”, afirmou.


O diretor de Transporte, Wilson de Jesus, contou que o novo terminal também está em sintonia com práticas de sustentabilidade, com ênfase na preservação de recursos hídricos.  “O projeto contou com a implementação de um sistema de reaproveitamento da água da chuva, que poderá ser utilizada nos serviços de limpeza. A iluminação em LED, por sua vez, vai promover menos gasto de energia e mais luminosidade no período noturno”, explicou.


Pacote de medidas - A reconstrução do Ouro Verde integra uma série de iniciativas da Prefeitura de Londrina voltadas à implementação, na cidade, do sistema de transporte coletivo Bus with High Level of Service (BHLS, conhecido como Superbus).


O conjunto de intervenções, financiadas com recursos federais e contrapartida do Município, abarcou a reestruturação completa das avenidas Francisco Gabriel Arruda, Winston Churchill e Rio Branco, onde uma trincheira no cruzamento com a Leste-Oeste segue em construção.


Os trabalhos compreenderam, ainda, e reforma e entrega dos terminais Vivi Xavier e Milton Gavetti, também localizados na região norte. Situado na zona sul, o Terminal Acapulco é outro ponto de integração do transporte coletivo em obras. Todas as melhorias seguem projeto arquitetônico elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul).


Atualmente, o transporte público em Londrina possui 133 linhas, sete terminais de baldeação e uma estação de embarque e desembarque (Catuaí). Todos os dias, o sistema é responsável pela condução de 44,5 mil passageiros, em média, e registra a inserção de 89 mil bilhetes. O Terminal Ouro acomoda 15 linhas e atende – sozinho - aproximadamente 6,5 mil usuários. O espaço funciona de domingo a domingo, das 5h à meia-noite e meia.


© Copyright 2023 Grupo Tarobá