Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Prefeitura de Londrina inicia recape asfáltico na avenida Dez de Dezembro

28/11/23 às 20:24 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

Os trabalhos de revitalização integral do asfalto da avenida Dez de Dezembro começaram nesta semana em Londrina. A Prefeitura realizará a recuperação da via em sua totalidade, promovendo o recape do pavimento e outras melhorias complementares nos cerca de 8 km de trajeto que interliga as regiões sul e norte, desde a rodovia PR-445 até a BR-369. A primeira etapa das ações, que serão divididas em quatro lotes de obras, está sendo executada na via expressa, em um trecho de aproximadamente 700m entre a rua da Natureza e avenida Portugal, na abrangência do Parque Municipal Arthur Thomas, na região sul.


Equipes operacionais da empresa contratada para este lote inicial, a AR Construtora de Obras, atuam no local, começando no sentido sul-norte, com diferentes maquinários e veículos fazendo a preparação da pista para o recebimento da nova capa asfáltica e demais intervenções. Devido aos serviços em andamento, a avenida está sinalizada e com restrição parcial de passagem conforme o avanço das intervenções. Por esse motivo, os motoristas, ciclistas e pedestres que estiverem passando pelo local precisam ter atenção e cuidado ao trafegar por essa região.


O recape neste trecho da Dez de Dezembro, entre avenida Portugal e rua da Natureza, irá abranger 15.689,84 m² de execução, contemplando serviços preliminares, limpeza, drenagem de águas pluviais para solucionar problemas de alagamentos, ensaios tecnológicos, sinalização de trânsito vertical e horizontal, e placas de comunicação visual.

Leia mais:

Imagem de destaque
ENFRENTAMENTO

Vereadores vão para Brasília discutir questões sobre pessoas em situação de rua

Imagem de destaque
DESAPARECIDO

Família procura idoso visto pela última vez na zona norte de Londrina

Imagem de destaque
SAIBA COMO AJUDAR

HU pede doações de fraldas geriátricas para pacientes de baixa renda

Imagem de destaque
PSS

Rolândia abre inscrições para contratar agentes de endemias


Para viabilizar todas as atividades nessa etapa inicial, a Prefeitura investirá R$ 1.347.519,91. O prazo de conclusão é de 150 dias, ou seja, devendo ser entregue em até cinco meses.


Ao todo, somados os quatro lotes de execução de recapes, serão aplicados R$ 12,9 milhões, aproximadamente. Os recursos são provenientes de convênio do Município de Londrina junto ao Governo do Paraná, firmado com a Fomento Paraná e custeado via Paranacidade.


Para a recuperação total dos 8 km da Dez de Dezembro, a segunda maior em extensão de Londrina, os lotes foram divididos entre quatro trechos de obra, todos já licitados, que são da rua da Natureza até a avenida Portugal (R$ 1.347.519,91); da avenida Portugal até a rua Atílio Otávio Bizzato (R$ 4.622.194,32); do Terminal Rodoviário de Londrina até o final da avenida Jorge Casoni (R$ 4.304.734,62), chegando à BR-369; e da rua da Natureza à marginal da PR-445 (R$ 2.634.983,86), na zona sul.


No quesito asfalto, levando em conta a recuperação de toda a avenida, e conforme a necessidade de cada trecho das obras, as ações incluirão a remoção de pontos deformados de pista (“borrachudos”) com reforço de base, fresagem a frio, reperfilamento asfáltico, e o recape propriamente dito com a aplicação da camada principal de revestimento. As melhorias agregam, ainda, a recomposição de meio-fio e sarjeta, melhorias em calçadas, rampas de acessibilidade, corte e destoca de árvores.


E a parte de drenagem contará com melhorias e manutenções em estruturas como bocas-de-lobo, poços de visita, bueiros, grelhas e tampas em concreto armado.


Segundo o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, a avenida Dez de Dezembro é uma via rápida e muito movimentada que exige uma demanda grande para manutenção e conservação da pista. “Por ter essa característica e ser uma via com poucos cruzamentos, os riscos de acidentes aumentam se existem pontos esburacados, sendo que vários motoristas também acabam trafegando acima da velocidade. Faz mais de dez anos que a Dez de Dezembro não recebe um recape substancial e vários trechos precisam de recuperação com mais urgência. Devemos ter diferentes trechos dessa obra de revitalização ocorrendo paralelamente, com as interdições pontuais sendo feitas, mas com o objetivo de não bloquear totalmente nenhum dos sentidos da pista”, disse.


Verçosa informou que devem começar, ainda nesta semana, os serviços de outro lote, no trajeto da Dez de Dezembro entre a BR-369, a partir do final da avenida Jorge Casoni, e o Terminal Rodoviário. “Nesta etapa, antes de entrar com a recuperação do asfalto, a empresa responsável fará um trabalho de recomposição de pontos deficitários da rede de drenagem de águas pluviais, que também é um dos componentes importantes da recuperação de pista da Dez de Dezembro”, apontou.


O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, reforçou que a Dez de Dezembro não recebe um trabalho de recape completo há muitos anos e necessitava de uma recomposição mais sólida. “Trata-se de uma das principais avenidas de Londrina, que interliga vários bairros ao longo do seu trajeto, permitindo deslocamento rápido da zona norte para a zona sul, e vice-versa. Milhares de veículos circulam diariamente nessa passagem entre rodovias, por isso este investimento alto será de suma importância para solucionarmos problemas de buracos, trechos degradados de pista e outros, incluindo drenagem de água e acessibilidade. Pedimos muita atenção a quem estiver trafegando na avenida durante as obras, e que reduzam a velocidade ao passar por áreas com sinalização de interdição”, frisou.


Canhada enfatizou ainda que o serviço de tapa-buracos acaba tendo custo elevado para a Prefeitura e precisa ser refeito muitas vezes em locais de trafego intenso. “Esse pacote de obras vem para revitalizar a via de forma mais duradoura, garantindo segurança e uma locomoção mais tranquila a todos. Esta avenida é vital para Londrina, um grande ramal de trânsito e polo comercial, onde estão a Rodoviária, o SAMU e outros pontos fundamentais, há acesso para universidade e outros espaços de grande movimentação. Essas são as primeiras etapas iniciando e as outras virão na sequência. Após a revitalização, teremos uma Dez de Dezembro com mais qualidade e aspecto muito mais bonito”, concluiu.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá