Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Setor produtivo aguarda leilão do Lote 6, o mais complexo

29/02/24 às 13:06 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

O Paraná começou a avançar na retomada das novas concessões. Nos lotes 1 e 2 as empresas assumiram os serviços. A grande expectativa é pelo Lote 6, que abrange a região oeste do estado, e onde se concentra a maior necessidade em obras. O setor produtivo espera por equilíbrio na relação entre o preço da tarifa e a infraestrutura que será oferecida.


Serão 445 km de duplicações. Trecho entre Santa Tereza do Oeste e Matelândia, o de Capitão Leônidas Marques a Pato Branco e cascavel a Guarapuava.


O perímetro urbano da 277 em cascavel também está incluso e deve ser uma das primeiras intervenções. O contrato de concessão é de 30 anos. Pelo planejamento, nos dois primeiros anos, a nova concessionária vai fazer obras emergenciais, como reparos nas pistas. As obras de duplicação estão previstas para comecar a partir do terceiro ano. Até o nono ano todas elas devem estar em andamento.

Leia mais:

Imagem de destaque
POPULAÇÃO ACOLHEDORA

Andarilhos revelam motivos por escolherem Londrina: "capital do morador de rua"

Imagem de destaque
PROBLEMA RENAL

Vereadora Mara Boca Aberta realiza procedimento cirúrgico após passa mal em casa

Imagem de destaque
VEJA COMO SE INSCREVER

Inscrições abertas para concurso público de procurador do Município de Londrina

Imagem de destaque
DENTRO DE CASA

Homem com tornozeleira eletrônica é preso com maconha, crack e cocaína em Cambé


O contrato prevê ainda 113 km de vias marginais, 2 contornos, 37 km de ciclovias, 41 passarelas e 127  conexões e interseções. O investimento previsto é de 12,9 bilhões. Lideranças do setor produtivo acompanham as negociações e cobram uma rígida fiscalização para que os prazos sejam cumpridos.


Outra preocupação é com os valores das tarifas. Serão nove praças de pedágio dentro deste lote. A tarifa mais barata, pelo atual planejamento, é de 9,38 em Pato Branco. A mais cara fica perto de capitão: 16,13. Uma viagem de carro de ida e volta de Cascavel a Pato Branco vai custar 74 reais.


O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli, que faz parte da frente parlamentar de pedágio, explicou que ainda há tratativas para tentar baixar a tarifa.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá