Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Várias prefeituras do oeste do Paraná podem ter sido vítimas do esquema

12/04/24 às 13:27 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A Polícia Civil do Paraná deflagrou uma operação policial que apura fraudes em concursos públicos. Prefeituras de várias cidades do oeste e noroeste podem ter sido vítimas do esquema. Os contratos supostamente ilícitos com os órgãos públicos somam mais de R$ 22 milhões.


No total, 84 policiais civis e 4 policiais da polícia científica participaram da operação, que cumpriu 22 mandados de busca e apreensão em Cascavel e Umuarama.


Nas duas cidades estão localizadas as cinco bancas de concursos investigadas, e seus representantes. Celulares, documentos e computadores foram apreendidos.

Leia mais:

Imagem de destaque
EM ESTADO GRAVE

Divulgada imagens de suspeito de atacar jovem com ácido em Jacarezinho

Imagem de destaque
INVADIU CASA DA EX

Homem de 29 anos resiste à prisão e agride dois policiais em Apucarana

Imagem de destaque
MAIO AMARELO

CMTU convida população a doar sangue em prol de vítimas de acidentes de trânsito

Imagem de destaque
PROPOSTA DO GOVERNO

Sindicato ameaça greve caso projeto de terceirização de escolas seja aprovado


As investigações iniciaram a partir de denúncias de moradores de São Miguel do Iguaçu acerca de fraudes no concurso público realizado em 2019 na cidade, para diversos cargos públicos.


Empresas fantasmas ou laranjas, serviam para fornecerem orçamentos e documentação para cumprir licitações, gerando ilusão de competição, necessária para o esquema criminoso.


Segundo a polícia, a maneira de agir do grupo criminoso se repetiu ao longo dos anos em diversos municípios paranaenses, inclusive em outros Estados do Brasil.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá