Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Morre autor do gol do título da Alemanha na Copa de 1990

20/02/24 às 09:13 - Escrito por Band
siga o Tarobá News no Google News!

Morreu nesta segunda-feira (19) o ex-jogador alemão Andrea Brehme. Ele tinha 63 anos e, segundo a imprensa da Alemanha, sofreu uma parada cardíaca.


Pela seleção da Alemanha, Brehme disputou as Copas do Mundo de 1986, 1990 e 1994. No principal momento, foi o autor do gol de pênalti na vitória por 1 a 0 sobre a Argentina na final da Copa de 1990. Quatro anos antes, foi vice-campeão, perdendo o título para os próprios argentinos.


Revelado pelo HSV Barmbek-Uhlenhort, de Hamburgo, Brehme passou ainda pelo Saarbrücken antes de chegar ao Kaiserslautern em 1981. Em 1986, transferiu-se para o Bayern de Munique, sendo campeão alemão e vice-campeão europeu em 1987.

Leia mais:

Imagem de destaque
"PÉS NO CHÃO"

Cássio evita projetar título do Corinthians no Brasileirão

Imagem de destaque
EQUADOR

Jornal diz que Arboleda foi cortado da seleção após vídeo em balada

Imagem de destaque
DIZ TER EVIDÊNCIAS

Textor entrega "provas" de manipulação de resultados à Polícia Civil

Imagem de destaque
NA MIRA DO VITÓRIA

Santos aciona prioridade e negocia a compra de lateral Hayner


Posteriormente, o lateral esquerdo defendeu ainda Inter de Milão (1988 a 1992) e Zaragoza (1992 a 1993) antes de retornar ao Kaiserslautern. Pelo clube, foi campeão da Copa da Alemanha em 1996, campeão da segunda divisão local em 1997 e campeão alemão em 1998.


Em nota oficial, a DFB (Federação Alemã de Futebol) descreveu Brehme como “um homem para os grandes momentos. “Brehme marcou cinco de seus oito gols pela seleção nacional em Copas do Mundo ou Eurocopas, três deles em semifinais ou finais de Copas do Mundo.”


“Estou chocado, muito emocionado e infinitamente triste. Minhas condolências vão para sua família e amigos, a quem desejo muita força nestes tempos difíceis. Andreas Brehme é um dos maiores e melhores jogadores de futebol na história alemã. O futebol alemão tem muito a lhe agradecer”, lamentou Bernd Neuendorf, presidente da DFB


© Copyright 2023 Grupo Tarobá