Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Veja quais são os maiores artilheiros do Corinthians e da Arena

11/04/24 às 16:52 - Escrito por BAND
siga o Tarobá News no Google News!

A Neo Química Arena tem um novo rei, e ele tem nome de anjo: com os dois gols marcados na vitória do Corinthians sobre o Nacional-PAR, pela Sul-Americana, o paraguaio Ángel Romero se tornou o artilheiro da casa da Fiel.


Ao marcar seu 32º gol na Arena Corinthians na última terça-feira (9), o atacante superou os 31 tentos anotados por Róger Guedes até 2023. A noite iluminada de Romero na Sul-Americana também o consagrou como o estrangeiro a marcar mais gols com a camisa alvinegra: 55 em 280 jogos. Ele ultrapassou os 54 do peruano Paolo Guerrero.


Artilheiros da Neo Química Arena

Leia mais:

Imagem de destaque
PRIMEIRA VEZ

Monteiro bate sérvio e vai às oitavas de um Masters Mil

Imagem de destaque
89 ANOS

Narrador Silvio Luiz volta a ser internado em UTI em São Paulo

Imagem de destaque
FÓRMULA 1

Homenagem a Ayrton Senna marca GP Histórico de Mônaco de 2024

Imagem de destaque
BRASILEIRÃO

Santos perde para o Amazonas e deixa liderança da Série B


Ángel Romero: 32 gols em 130 partidas (média de 0,25 gol por partida)

Róger Guedes: 31 gols em 64 partidas (média de 0,48 gol por partida)

Jô: 30 gols em 84 partidas (média de 0,36 gol por partida)

Jadson: 24 gols em 112 partidas (média de 0,21 gol por partida)

Yuri Alberto: 24 gols em 54 partidas (média de 0,41 gol por partida)

Renato Augusto: 17 gols em 107 partidas (média de 0,16 gol por partida)

Paolo Guerrero: 15 gols em 25 partidas (média de 0,60 gol por partida)

Rodriguinho: 14 gols em 76 partidas (média de 0,18 gol por partida)

Gustavo Mosquito: 14 gols em 81 partidas (média de 0,17 gol por partida)

Vagner Love: 13 gols em 61 partidas (média de 0,21 gol por partida)


Maiores artilheiros do Corinthians


A marca de Romero, no entanto, ainda está longe dos maiores artilheiros da história do Corinthians. A seguir, confira quais são os principais goleadores do Timão.


Cláudio (1945-1957): 305 gols em 550 partidas

Baltazar (1945-1957): 269 gols em 404 partidas

Teleco (1934-1944): 259 gols em 249 partidas

Neco (1913-1930): 243 gols em 296 partidas

Marcelinho Carioca (1994-1997/1998-2001/2006/2010): 206 gols em 433 partidas

Servílio (1936-1949): 200 gols em 364 partidas

Luizinho (1948-1963/1964-1967/1996): 175 gols em 364 partidas

Flávio Minuano (1965-1969): 172 gols em 228 partidas

Sócrates (1978-1984): 172 gols em 298 partidas

Paulo Carvoeiro (1954-1959): 146 gols em 254 partidas


Maiores goleadas da Neo Química Arena


Em dez anos de Itaquerão, nem sempre o Corinthians fez sua torcida sorrir, mas conta com resultados marcantes.


A maior goleada no estádio corintiano é do time da casa. O resultado mais elástico da Neo Química Arena foi o 6 a 0 do Timão sobre o Cobresal, na Libertadores de 2016. Outro resultado marcante foi o 6 a 1 no São Paulo, na 36ª rodada do Brasileirão de 2015.


Ao longo de toda a história, a maior goleada aplicada pelo Corinthians ocorreu há mais de 100 anos. No estadual de 1920, o Alvinegro aplicou 11 a 0 no Santos pouco antes de completar 10 anos de existência.


Outra vitória digna de ser lembrada segue como recorde até os dias atuais. Em 1983, a Democracia Corinthiana de Sócrates e companhia venceu o Tiradentes, do Piauí, por 10 a 1. É a maior goleada da história do Campeonato Brasileiro. Este jogo foi disputado no Canindé, estádio da Portuguesa.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá