Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

AIFU fiscalizou 1,2 mil comércios e aplicou 1,4 mil autuações em 2023

27/11/23 às 17:18 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) realizou, desde o início de 2023, 145 operações em Curitiba e Região Metropolitana, com a fiscalização de 1.243 estabelecimentos comerciais, resultando em 1.423 autuações administrativas e 324 pessoas detidas. Os dados constam em balanço divulgado nesta segunda-feira (27).


A AIFU é uma seção operacional vinculada ao Comando de Policiamento Especializado (CPE). Formada por militares estaduais que exercem atividades relacionadas com a fiscalização urbana, conta também com a participação de agentes públicos das esferas estadual e municipal.


DE acordo com o capitão Rafael Burbello Risoni, comandante da AIFU, os resultados obtidos são relevantes e têm impacto positivo na ordem pública. “A AIFU realiza as fiscalizações de forma conjunta e coordenada, onde casa órgão público envolvido atua dentro de suas atribuições. Desta forma, aumenta-se a abrangência da fiscalização, resultando em uma ação mais eficiente e com menor risco”, disse.

Leia mais:

Imagem de destaque
VENDAS EM FESTAS

PCPR e PMPR fazem operação contra grupo ligado ao tráfico de drogas em Maringá

Imagem de destaque
DENUNCIADO PELO MPPR

Homem é condenado por matar indivíduo por dívida de drogas em Centenário do Sul

Imagem de destaque
17 MANDADOS

PCPR deflagra operação contra roubos em Realeza

Imagem de destaque
PARANÁ

Paraná teve o maior crescimento da atividade econômica do Brasil em 2023


Um reflexo da união de esforços em prol do cidadão paranaense está também no grande número de apreensões feitas pela AIFU de janeiro a novembro. Foram tirados de circulação 302 máquinas caça-níqueis, 6.324 cigarros eletrônicos e mais de R$ 140 mil provenientes de ilícitos, além de 34.441 maços de cigarro e 3.802 garrafas de bebidas originárias de contrabando/descaminho.


A missão principal da AIFU é fiscalizar estabelecimentos comerciais que estejam relacionados a denúncias envolvendo problemas quanto à segurança, salubridade e tranquilidade pública, em conjunto com outros órgãos municipais, estaduais, tais como Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Urbanismo, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Vigilância Sanitária, Setran e Guarda Municipal.


"As ações e operações são planejadas e coordenadas pela Polícia Militar, visando a preservação da ordem pública, na concepção mais abrangente do termo. Nesse contexto, atua na prevenção e repressão, tanto de infrações penais como administrativas", ressaltou o comandante da AIFU.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá