Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Boletim da Secretaria da Agricultura detalha impacto do El Niño na produção paranaense

30/11/23 às 15:05 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

O impacto dos eventos climáticos relacionados ao El Niño é um dos assuntos do Boletim de Conjuntura Agropecuária referente à semana de 24 a 30 de novembro. O documento é preparado pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, e também fala da produção de uva, cotação do bovino de corte, custo de produção do frango e exportações de carne de peru.


A estimativa dos técnicos do Deral é que as perdas financeiras na agricultura provocadas pelas chuvas torrenciais, temperaturas altas e fortes ventos chegam a um valor preliminar de R$ 2,5 bilhões. O montante se deve à perda estimada de 1,5 milhão de toneladas em relação às projeções iniciais. Os prejuízos maiores foram observados nas regiões Sul e Sudoeste, embora todas tenham sido atingidas.


“Lamentavelmente é um quadro delicado. É um El Niño muito forte. Não esperávamos essa magnitude”, disse o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

Leia mais:

Imagem de destaque
DENGUE

Boletim semanal da dengue tem 12.637 novos casos e sete óbitos

Imagem de destaque
PROCON

Procon-PR emite recomendação para coibir altas de preços dos repelentes contra mosquitos

Imagem de destaque
CONCESSÕES RODOVIÁRIAS

Com início das concessões, atendimento aos usuários tem novos 0800 nos lotes 1 e 2

Imagem de destaque
LOCALIZADA

PCPR localiza no Paraguai criança de 7 anos desaparecida desde dezembro


O maior prejuízo coube aos triticultores do Estado que estavam colhendo a safra 2022/23. A produção recuou praticamente 980 mil toneladas em relação ao potencial. Com as doenças no período anterior às chuvas e, posteriormente, em razão dessas, a produção caiu para 3,6 milhões de toneladas. A qualidade também decaiu, gerando ao menos 420 mil toneladas de trigo que serão destinadas a ração. Considerando os fatores quantidade e qualidade, as perdas dessa cultura se aproximam de R$ 1 bilhão.


Em outras culturas de inverno, especialmente a cevada, também houve redução. Nessa, os prejuízos podem somar R$ 200 milhões.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá