Paraná

Paraná

Colégio José de Anchieta comemora 86 anos em Londrina


O Colégio Estadual José de Anchieta, o mais antigo em atividade em Londrina, completa nesta quarta-feira 86 anos. A escola foi fundada pelos imigrantes alemães e mantida pela própria comunidade até ser municipalizada em 1939, quando virou a Escola Rural Municipal Padre Anchieta. Seis anos depois, a Companhia de Terras Norte do Paraná (CTNP) doou o terreno, que fica na rua Riachuelo, para onde foi transferida e funciona até hoje com 456 alunos da pré-escola até o 5º ano.

A fundação foi em 1931 para atender inicialmente os filhos de imigrantes da comunidade germânica. Por isso as aulas eram ministradas em alemão, sendo que seu primeiro professor veio da Alemanha para alfabetizar as crianças no idioma pátrio dos migrantes europeus.

A ex-aluna Hilda Kuss forneceu para a exposição de comemoração do aniversário materiais didáticos que estavam guardados e preservados por cerca de 70 anos. Também há maquetes que contam a história do prédio, que foi edificado em madeira pela prefeitura e ganhou a cor verde.

O atual supervisor do José de Anchieta, Milton Ferrer da Silva, chegou a estudar na escola na década de 70. Ele conta que a prioridade sempre foi o ensino, mas o local já foi ponto de encontro dos moradores e até de cultos religiosos abrigou em suas dependências, nos finais de semana. Ele conta que na época da 2ª Guerra Mundial o idioma alemão chegou a ser proibido.

As dependências da parte antiga  são duas salas ainda em funcionamento com assoalho, forros e parede em madeira. Milton conta que é importante ter feito parte da história do José de Anchieta, onde passou a maior parte dos 37 anos de profissão, sendo este o local que escolheu para se aposentar.

(Colaboração Luciane Miyazaki)


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina