Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Concessionária de pedágio do Lote 1 começa a operar no próximo dia 28 em rodovias

19/02/24 às 17:17 - Escrito por Redação Tarobá News
siga o Tarobá News no Google News!

A Via Araucária, responsável pelas rodovias do Lote 1, do novo pedágio do Paraná, realizou uma apresentação nesta segunda-feira (19) do parque operacional que deve começar a funcionar a partir do dia 28 de fevereiro. Segundo o secretário de Logística e Infraestrutura do Paraná, Sandro Alex, o pedágio não começará a ser cobrado neste mesmo dia. A cobrança só será feita após a empresa cumprir algumas melhorias que estão previstas no contrato e ser autorizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Entre as rodovias que estão no “pacote”, estão a BR-277, no trecho entre Curitiba e Prudentópolis, a BR-373 e a BR-476.


“Eles já estão trabalhando em ações já nos trechos, nas rodovias, mas oficialmente no próximo dia 28 é que eles passam então administrar os mais de mil quilômetros desses dois primeiros lotes. . Com isso, os usuários passam a ter todos os serviços de assistência, incluindo guinchos e ambulâncias, a qualquer hora do dia e da noite, inclusive de madrugada. Há, inclusive, um tempo máximo de espera prevista pelas regulamentações internacionais que regem o contrato”, disse o secretário de Infraestrutura, Sandro Alex. “Há exigência que a Via Araucária deve cumprir antes de iniciar a cobrança do pedágio nas rodovias de responsabilidade da concessionária”, informou o secretário. Após a autorização da ANTT, a empresa terá ainda que informar à sociedade com 10 dias de antecedência.


Uma reunião na próxima semana entre representantes dos governos estadual e federal com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), além da inspeção nas estradas, deve anunciar a data de cobrança.

Leia mais:

Imagem de destaque
TRAGÉDIA

Idoso de 73 anos morre ao ser atropelado pelo próprio carro no PR

Imagem de destaque
ENTENDA

Laboratório do estado recebe em média 2 mil exames de dengue por dia

Imagem de destaque
CRESCIMENTO

Paraná tem a quarta menor desigualdade de renda do Brasil, aponta pesquisa do IBGE

Imagem de destaque
19 DE ABRIL

Dia dos Povos Indígenas: Estado reforça importância das políticas públicas transversais


Rodovias

Entre as rodovias que fazem parte do pacote da Via Araucária estão a BR-277 (entre Curitiba e Prudentópolis), a BR-373 (entre Guamiranga e Imbituva), BR-376, a BR-476 (entre Araucária e Lapa), além das PR-418 (Contorno Norte de Curitiba), PR-423 (entre Campo Largo e Araucária) e PR-427 (entre a Lapa e Porto Amazonas). São 73 quilômetros de rodovias federais e estaduais pedagiadas. O contrato de concessão assinado com o governo federal no fim de janeiro prevê investimentos de R$ 13,1 bilhões na restauração das vias, ampliação da malha viária e implementação de tecnologias e inovações.


Até lá

Até as concessionárias assumirem a operação, o atendimento nas estradas segue sendo feito por equipes do Governo do Estado. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), autarquia da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística (Seil), manterá os serviços de operação de tráfego nas rodovias federais e estaduais até que as novas concessionárias assumam integralmente as respectivas operações.


O atendimento do DER/PR inclui guincho mecânico leve e pesado, inspeção de tráfego, apoio ao usuário, apoio ao Corpo de Bombeiros com caminhão-pipa, retirada de animais soltos nas rodovias e a remoção de carga espalhada na pista “O Paraná fez ao longo desses meses milhares de atendimentos nas estradas. Agora com a equipe de uma concessionária que já tem a experiência de atuar em trechos de alto movimento em São Paulo o serviço tende a melhorar. É isso que esperamos, já que vamos ter mais pessoas atuando, mais profissionais trabalhando nesses trechos e, consequentemente, teremos mais segurança. Afinal, esse é o objetivo de se ter a concessão”, afirmou Sandro Alex.


Como será o atendimento a partir do dia 28

A partir da 0h do dia 28 de fevereiro os usuários dos trechos a serem operados pela Via Araucária terão suporte de equipes especializadas para ocorrências de urgência e emergência, como panes mecânicas e atendimento pré-hospitalar.


O gerente de Operações da Via Araucária, Jorge Baracho, explica que a concessionária terá 420 colaboradores atuando nos trechos de rodovias que vai administrar no Paraná. As equipes vão atuar no socorro mecânico e médico de emergência, bem como no combate a acidentes e no serviço de manutenção e conservação das estradas.


“Com início da nossa operação, o usuário terá um atendimento bem rápido e eficiente, principalmente nas questões de emergência. Esse vai ser o grande diferencial. Além disso, o usuário também vai perceber as rodovias com melhor pavimento, com melhor sinalização horizontal e vertical, com as defesas restauradas. Ou seja, mais segurança”, apontou.


As viaturas da Via Araucária serão estrategicamente posicionados em nove bases de Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU). As instalações vão operar 24 horas e oferecerão serviços como banheiros, fraldários, estacionamento e autoatendimento. As bases estarão distribuídas nas rodovias BR-277 (Campo Largo, Porto Amazonas, Palmeira, Irati e Prudentópolis), BR-373 (Guamiranga e Imbituva) e BR-476 (Araucária e Lapa).


Contato

Pelo telefone gratuito 0800 277 0 376, disponível 24 horas, os usuários das rodovias da Via Araucária poderão solicitar assistência médica em casos de sinistros ou mal-estar durante a viagem, auxílio para remoção, suporte mecânico, reportar problemas na rodovia e informar sobre animais soltos na pista. Além disso, será possível obter informações automáticas sobre o tráfego e acessar a Ouvidoria da concessionária. Até lá o contato emergencial é o 0800 400 0404.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá