Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Dia Mundial: Saúde reforça a importância do cadastro no Sidora

29/02/24 às 17:11 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

No Dia Mundial das Doenças Raras, a Secretaria da Saúde reforça a importância do cadastro no Sidora, sistema online pioneiro no País criado há um ano pelo Governo do Paraná. Ele permite ampliar e aperfeiçoar as ações voltadas ao público diagnosticado, compilando um banco de dados com informações importantes para o atendimento e tratamento multiprofissional. A data foi definida como 28 de fevereiro, mas nos anos bissextos acontece no dia 29.


Além de facilitar o acesso da população com doenças raras a informações sobre tratamentos, as pessoas cadastradas no Sidora têm uma carteirinha com QR Code para que em situações de emergência profissionais de saúde tenham acesso rápido às informações destes pacientes. A plataforma foi desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde e Celepar e, até agora, 208 pessoas diagnosticadas foram cadastradas.


Para compor o sistema, a pasta utilizou o banco de dados da Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe). Além disso, a Sesa formulou um questionário para identificar pessoas com doenças raras no Paraná, com o objetivo de realizar o mapeamento das doenças, identificando e conhecendo a realidade das pessoas e associações que atendem esses pacientes.

Leia mais:

Imagem de destaque
VÁRIAS CIDADES

PCPR prende 11 pessoas em operação contra grupo criminoso ligado a roubos a fazendas

Imagem de destaque
ATENÇÃO

Quarta parcela do IPVA 2024 para placas com final 3 e 4 vence nesta quinta-feira

Imagem de destaque
CONTRA PATRIMÔNIO

PM promove exercício simulado de Combate aos Crimes Violentos

Imagem de destaque
PRISÃO PREVENTIVA

PCPR prende homem por descumprimento de medida protetiva em Mangueirinha


“O Sidora, além de fornecer informações para desenvolvimento de políticas públicas, disponibiliza carteirinha aos usuários cadastrados para utilização em situações de emergência, auxiliando médicos e profissionais de saúde no acesso rápido às informações relevantes sobre o diagnóstico desses pacientes. É uma grande conquista do nosso Estado”, afirma Maria Goretti David Lopes, diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa.


Algumas das doenças raras mais cadastradas no sistema são: Síndrome de Ehler-danlos, Síndrome do X-Frágil, Epidermólise Bolhosa, Doença de Crohn, Síndrome de Rett, Esclerose Múltipla e Osteogênise Imperfeita.

© Copyright 2023 Grupo Tarobá