Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Doação do Imposto de Renda pode beneficiar crianças e adolescentes

16/03/24 às 09:37 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

Começou nesta sexta-feira (15) e segue até o dia 31 de maio o prazo para a entrega da Declaração Anual do Imposto de Renda Pessoa Física. Essa também é uma oportunidade para que milhares de crianças e adolescentes do Paraná possam ser beneficiadas por meio de projetos sociais, por meio das doações do IR. Em 2023, foi destinado R$ 1.159.397,97 ao Fundo Estadual da Infância e Adolescência (FIA), por meio de deduções.


Para participar, basta o contribuinte optar pela declaração do Imposto de Renda no modelo completo e escolher uma das opções de destinação disponíveis, como os fundos municipais e estadual setoriais. O processo é simples e pode ser realizado diretamente durante a declaração. 


Todo o recurso voltado para o FIA fica sob gestão do Conselho Estadual da Criança e Adolescente (CEDCA), que delibera e destina o dinheiro a partir de projetos apresentados pelas organizações sociais. Ele é composto por integrantes da Secretaria estadual do Desenvolvimento Social e Família e da sociedade civil.

Leia mais:

Imagem de destaque
POLICIAL

PCPR prende homem condenado por homicídio ocorrido em 1997 na Capital

Imagem de destaque
PROCESSOS

Acordo do MPPR com ex-prefeito de Ivaiporã resulta em devolução de R$ 1,3 milhão

Imagem de destaque
CARTEIRA ASSINADA

Agências do Trabalhador do Paraná ofertam 18,5 mil vagas com carteira assinada

Imagem de destaque
MANDADOS

PCPR prende integrantes de grupos criminosos responsáveis por furtos e roubos de cerca de 80 motocicletas


A população pode acompanhar todas as etapas para a utilização dos valores, por meio das reuniões do CEDCA, que acontecem mensalmente e são transmitidas pelo canal da SEDEF.Para o secretário do Desenvolvimento Social e Família, Rogério Carboni, essa é uma oportunidade de mudança de vida para muitas crianças e adolescentes. “Muitos projetos sociais só acontecem graças a esses recursos. Tive a oportunidade de conhecer muitos deles. Cuidar das crianças não tem preço”, destacou.


Segundo a coordenadora de Políticas Públicas da Criança e Adolescente e presidente do CEDCA, Juliana Sabbag, a sociedade pode e deve fiscalizar a aplicação dos recursos destinados. “Podemos destinar recursos para projetos que conhecemos, que estão perto de nós. São diversas instituições, banco de projetos, que podem receber essas doações, depois é possível fazer visitas nesses locais e ver como o recurso foi destinado”, explicou.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá