Linha 4

Publicidade

Enviadas como brindes, sementes suspeitas da China já são plantadas no Paraná

Redação Tarobá News

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) vai enviar ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em Brasília, uma amostra da planta que nasceu de semente da China em um quintal de Maringá.

As sementes chegam como encomendas, enviadas como brindes, para os destinatários.

A planta está crescendo e se reproduzindo desde o fim do ano passado, quando a dona de casa Silvia Rufino, de 45 anos, recebeu as sementes pelos Correios e plantou em um balde. A supervisora da Adapar, regional de Maringá, disse que uma parte da planta foi enviada para testes. 

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) alertou a população paranaense de que essas sementes podem trazer consigo pragas, doenças e plantas daninhas que não existem no País, capazes de causar graves prejuízos à agricultura e ao meio ambiente.

A instituição de defesa agropecuária orienta que o material não seja aberto, descartado e, muito menos, utilizado. Quem receber os pacotes deve procurar uma unidade da Adapar mais próxima, ou do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Também pode entrar em contato com a Adapar pelo telefone (41) 3313-4000 ou pelo Fale Conosco, disponível em www.adapar.pr.gov.br . Endereços e telefones das unidades podem ser consultados.

Reportagem Band

COMENTÁRIOS

Publicidade