Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Governo nomeia novos agentes penitenciários e educadores sociais

05/07/17 às 17:48 - Escrito por Da Redação
siga o Tarobá News no Google News!

O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira (5), decretos de nomeação de 48 educadores sociais e 45 agentes penitenciários aprovados em concurso público realizado em 2013. Os novos servidores atuarão em unidades penais coordenadas pelo Departamento de Execução Penal (Depen), que é vinculado a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária, e nos centros de socioeducação da Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos.

Dos 45 agentes penitenciários, 12 vão atuar Cascavel, 11 em Foz do Iguaçu, sete em Francisco Beltrão, sete em Cruzeiro do Oeste, seis na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), um em Guarapuava e um em Londrina. Os novos nomeados irão complementar o quadro de profissionais de segurança que atentem diretamente os cerca de 20 mil presos nas unidades penais do Paraná.

SOCIOEDUCAÇÃO – Os educadores sociais serão lotados em Cascavel (1), Região Metropolitana de Curitiba (7), Foz do Iguaçu (4), Laranjeiras do Sul (6), Londrina (9), Maringá (10), Pato Branco (3), Ponta Grossa (2), Toledo (3) e Umuarama (3).

Leia mais:

Imagem de destaque
PARANÁ

Detran-PR vai leiloar 344 veículos para circulação em vias públicas em abril

Imagem de destaque
SAÚDE

Boletim da dengue confirma 22 mil novos casos e mais 18 óbitos no estado

Imagem de destaque
POLICIAL

PRF inicia Operação Semana Santa 2024 no Paraná

Imagem de destaque
ECONOMIA

PIB do Paraná cresce o dobro da média nacional em 2023, com alta de 5,8%

Os servidores são responsáveis pelos cuidados de mais de mil adolescentes em privação ou restrição de liberdade no Estado. O trabalho inclui o acompanhamento dos adolescentes dentro das unidades e atividades de escolarização e de qualificação profissional, além de audiências e atendimentos médicos.

APTOS – Todos os agentes penitenciários nomeados nesta quarta-feira já estão aptos para iniciar no trabalho. Eles receberam cursos e treinamentos para desempenhar a função com segurança, passaram por exames médicos e psicológicos e investigação social.

Os 48 educadores receberão treinamentos específicos sobre temas como socioeducação, segurança, direitos humanos, cidadania e formação profissional. Os profissionais aguardam a posse para o início das atividades.

Com informações AEN

© Copyright 2023 Grupo Tarobá