Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Homem é preso por torturar e matar enteado em Curitiba

20/06/24 às 09:21 - Escrito por Assessoria de Imprensa
siga o Tarobá News no Google News!

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Federal (PF) prenderam preventivamente um homem, de 21 anos, suspeito do crime de tortura com resultado morte contra o próprio enteado, de 2, ocorrido em abril deste ano, no bairro Centro, em Curitiba. A captura aconteceu neste sábado (15), no município de Pacaraima, no Estado de Roraima. O investigado é venezuelano e estava foragido desde a data do crime.  


As diligências envolveram a PCPR e a PF com objetivo de monitorar e capturar o suspeito. O homem foi listado na lista de difusão vermelha da Interpol, entre os mais procurados.  


De acordo com o delegado da PCPR Rodrigo Rederde, as investigações de alta complexidade tiveram início após o internamento da vítima em um hospital da Capital, no dia 4 de abril, em razão de uma parada cardíaca. Foi acionada a perícia, que constatou diversos hematomas e escoriações no corpo da criança.  

Leia mais:

Imagem de destaque
VEJA ORIENTAÇÕES

Copel orienta sobre cuidados para garantir a segurança ao soltar pipas

Imagem de destaque
INVESTIMENTOS

Estado investe R$ 100 milhões em vigilância em saúde e combate à dengue no semestre

Imagem de destaque
POSITIVIDADE DE 50%

Em seis meses, Lacen processa 13.298 amostras de vírus respiratórios

Imagem de destaque
RMC

Homem promete casamento, mas dá prejuízo de quase meio milhão para vítima


Conforme apurado, o suspeito morava com a mãe da criança há cerca de quatro meses e ficava responsável em cuidar da vítima quando a mulher saia para trabalhar. As diligências apontaram que as agressões ocorriam neste intervalo.  


“Também verificamos uma mensagem, enviada pelo celular, onde o suspeito afirma que se o menino não parasse de chorar, ele iria apanhar com um cabo até o objeto ficar tatuado no corpo da criança”, conta Rederde.  


Após nove dias internado, o menino veio a óbito. Ainda segundo o delegado, as imagens das lesões no corpo da vítima são fortes. “A criança apresentou várias lesões, hematomas, cortes em todas as partes do corpo. O laudo de necropsia constatou que a causa da morte do menino foi a síndrome do bebê sacudido, com lesões cranioencefálicas e abdominais por ação contundente”, explica. 


No decorrer das diligências, a equipe policial conseguiu verificar que o suspeito fugiu para Bolívar, cidade na Venezuela. Com o monitoramento da localização do foragido, os policiais civis constataram que ele teria retornado ao Brasil e acionaram a Polícia Federal, resultando no cumprimento do mandado de prisão preventiva.  


O indivíduo foi encaminhado ao sistema penitenciário. Caso seja condenado, a pena pode chegar a mais de 20 anos de prisão.  


COMBATE- A delegada chefe da Divisão de Polícia Especializada, Luciana Novaes, destaca que a rede de proteção contra crimes envolvendo crianças e adolescentes é de extrema importância a fim de combater a violência.  


“Nós temos que estar atentos com as nossas crianças e sempre observar quando elas estão machucadas, caladas, quietas. É muito importante que pais, educadores e a população tenham esse olhar e garantam a segurança dos menores. Os crimes precisam ser denunciados para que a Polícia Civil consiga solucionar o caso e efetuar a prisão dos autores”, conclui.  

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá