Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Neste fim de ano, 15% das empresas paranaenses vão contratar temporários

18/10/23 às 07:04 - Escrito por Assessoria de Imprensa -Fecomércio Paraná
siga o Tarobá News no Google News!

Com a aproximação das festividades de fim ano, período de maior movimento para o comércio de bens, serviços e turismo, muitas empresas já deram início ao processo de contratação de funcionários temporários. Neste ano, segundo sondagem da Fecomércio PR e Sebrae/PR, 15% dos estabelecimentos paranaenses pretendem contratar temporários.




Entre os setores avaliados, o turismo é o mais propenso a contratar, com 25%. No comércio, a projeção de contratação de temporários é de 14,6% e entre as empresas prestadoras de serviços é de 12,2%.


Essa estimativa, no entanto, é menor do que em 2022, quando 20,2% dos empresários do setor terciário do estado planejavam abrir novos postos de trabalho para a temporada de fim de ano. O coordenador de Desenvolvimento empresarial da Fecomércio PR, Rodrigo Schmidt, explica que essa redução na criação de vagas temporárias reflete a cautela dos empresários sobre o cenário econômico do país.

Leia mais:

Imagem de destaque
DENGUE

Boletim semanal da dengue tem 12.637 novos casos e sete óbitos

Imagem de destaque
PROCON

Procon-PR emite recomendação para coibir altas de preços dos repelentes contra mosquitos

Imagem de destaque
CONCESSÕES RODOVIÁRIAS

Com início das concessões, atendimento aos usuários tem novos 0800 nos lotes 1 e 2

Imagem de destaque
LOCALIZADA

PCPR localiza no Paraguai criança de 7 anos desaparecida desde dezembro


“Mesmo havendo redução na intenção de contratar trabalhadores temporários com relação ao ano passado, as possibilidades de efetivação são as maiores da série histórica da pesquisa, demonstrando que os empresários do comércio trabalham no sentido de expandir seus negócios”, destaca Schmidt. A pesquisa constatou que as oportunidades de efetivação chegam a 92,6%, o maior percentual da série histórica.



Número de temporários


A média de pessoas a serem contratadas temporariamente terá uma redução de 25,7% este ano, passando de 3 a 4 funcionários para 2 a 3 profissionais.


Por outro lado, uma parcela considerável de empresas, 53,7%, planeja realizar até cinco contratações de temporários, como destaca o coordenador de Mercado Empresarial, Comércio e Varejo do Sebrae/PR, Luiz Antonio Rolim de Moura.


“Apesar da ligeira queda na intenção de contratação em relação ao ano passado, os dados mostram pontos positivos, como as altas taxas de efetivação e de investimento em capacitação dos trabalhadores temporários. Isso demonstra o compromisso dos pequenos negócios em gerar oportunidades e agregar valor aos colaboradores”, aponta.




Funções


As vagas ofertadas são predominantemente para Atendente geral e Vendedor, com 27,8% de citações cada. Outras funções como Serviços gerais, Auxiliar geral, Profissional especializado, Garçom e Recepcionista também serão demandadas nesta época.



Escolaridade


A maioria das vagas (57,4%) vai exigir o Ensino Médio e uma parcela de 27,8% das funções não terá pré-requisitos de escolaridade. As vagas temporárias que demandam o Ensino Fundamental correspondem a 9,3%, as que solicitam Ensino Superior são 5,6%, e as que necessitam de Ensino Técnico somam 1,9%, bem como as que exigem Especialização ou Pós-graduação.


Se a escolaridade não tem se mostrado uma exigência fundamental é porque as possibilidades de capacitação dos temporários é bastante alta: 73,5% das empresas têm a intenção de qualificar os novos trabalhadores, seja em treinamentos próprios ou em instituições profissionalizantes. Apenas 26,5% não pretendem investir na qualificação profissional para este perfil de empregado.



Experiência


O fim do ano também traz oportunidades para quem ainda não tem experiência profissional. Das vagas temporárias ofertadas, a maioria (56,6%) não exigirá experiência. Nas funções que exigem uma atuação profissional prévia, a maior parte solicita que o candidato tenha trabalhado mais de seis meses na função.


Com a economia se aquecendo durante o Natal e as festas de fim de ano, as empresas optam por contratar funcionários temporários para lidar com o aumento da demanda. Essas oportunidades temporárias não apenas oferecem uma fonte adicional de renda para muitos indivíduos, mas também permitem que as empresas atendam à crescente procura por seus produtos e serviços.



© Copyright 2023 Grupo Tarobá