Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Novo projeto de lei cria programa de recompensas por informações sobre crimes

19/03/24 às 17:03 - Escrito por Agência Estadual de Notícias
siga o Tarobá News no Google News!

O Governo do Estado enviou nesta terça-feira (19) para a Assembleia Legislativa do Paraná um  projeto de lei que pretende instituir o Programa Estadual de Pagamento e Recompensas . Ele vai permitir que o Estado pague aos cidadãos que fornecerem informações úteis à polícia para a prevenção, repressão ou solução de crimes. O objetivo é dar mais ferramentas para o combate à criminalidade e incentivar a participação da população no compartilhamento de dados úteis para investigações.


De acordo com a proposta, uma informação será considerada útil quando ela for determinante para solucionar impedir, interromper ou solucionar um crime. Também se enquadram denúncias que ajudem a localizar criminosos em flagrante ou a encontrar vítimas que estão desaparecidas, sequestradas, escravizadas, traficadas ou em cárcere privado.


O projeto prevê que as informações passíveis de pagamento pelo Estado devem ser recebidas exclusivamente pelo Centro Integrado de Denúncias 181 (Cide). O canal garante o sigilo da identidade de quem fornece a informação e também assegura que os dados serão encaminhados corretamente às investigações policiais.

Leia mais:

Imagem de destaque
NO PARANÁ

Com programa Parceiro da Escola, Governo do Estado quer expandir qualidade da educação

Imagem de destaque
DADOS DO IBGE

Paraná teve a maior proporção de vacinados contra a Covid-19 do Sul em 2023

Imagem de destaque
APOIO AO RS

Paraná envia assistentes sociais ao Rio Grande do Sul para apoio às equipes locais

Imagem de destaque
SANEAMENTO

Prefeitura de Londrina garante que investiu mais de R$ 30 mi contra alagamentos


As regras que determinam quais casos se enquadram no programa e os valores a serem pagos por cada informação serão definidas pelo Poder Executivo após a aprovação da lei.


Os limites máximos das recompensas serão definidos anualmente, para que estejam previstos no Lei Orçamentária Anual (LOA). O projeto também prevê que os recursos do Fundo Especial do Sistema Único de Segurança Pública do Estado do Paraná (Funsup/PR) poderão ser usados para os pagamentos.


A proposta determina que o pagamento só deverá ser efetuado após comprovação da utilidade da informação prestada. A avaliação destes critérios e da utilidade de cada informação ficará a critério da Secretaria Estadual de Segurança Pública.


Os valores poderão ser divididos entre várias pessoas, contemplando mais de uma informação considerada útil para as investigações.

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá